ORIENTAÇÃO DIDÁTICO-REFLEXIVA, LEITURA E INTERDISCIPLINARIDADE: PENSANDO AS ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS DO PROJETO MULHERES INSPIRADORAS

Resumo

O projeto Mulheres Inspiradoras foi, inicialmente, idealizado e desenvolvido pela professora Gina Viera Ponte no Centro de Ensino Fundamental 12 de Ceilândia (Distrito Federal), com a finalidade de questionar a representação da mulher em escolas da rede pública de ensino do Distrito Federal. Após vários prêmios e reconhecimento, teve, no ano de 2017, sua ampliação para 15 escolas públicas do Distrito Federal, dentre as quais o CEF 31 de Ceilândia foi o espaço utilizado para a presente pesquisa. Com o uso da orientação didático-reflexiva (ODR) e da análise dos gêneros orais e escritos na escola, o projeto foi elaborado e realizado nas turmas de nono ano da instituição durante este ano letivo. Buscou-se destacar os elementos fundamentais da proposta original do Mulheres Inspiradoras, trazendo as questões de gênero para a sala de aula, bem como se posicionar diante de uma realidade marcada pelo patriarcalismo. Assim, um resultado importante no processo ensino e aprendizagem foi alcançado, tendo a interdisciplinaridade como elemento fundamental e a leitura como chave de interpretação da realidade e a escrita/fala dos estudantes a partir da análise docente e de exemplos narrativos discentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

GLEISER MATEUS FERREIRA VALÉRIO, UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA - UnB

Doutorando em Literatura pela Universidade de Brasília e professor da educação básica na Secretaria de Educação do Distrito Federal. Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade de Brasília e mestrado em Literatura pela Universidade de Brasília. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura brasileira, atuando principalmente nos seguintes temas: Literatura, Ensino, Representação, Leitura, Memória, Narrativa de Jovens, Escrita autoral e criativa.

Referências

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. Trad. Paulo Bezerra. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

CARRANCA, A. Malala: a menina que queria ir para escola. São Paulo: Cia das Letrinhas, 2015.

FRANK, A. O diário de Anne Frank. 38. ed. Rio de Janeiro: Record, 2014.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 57. ed. revista e atualizada. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

GUIMARÃES, C. C. B.; REIS, M. G. M. Reflexões sobre o uso da ODR: orientação didático-reflexiva no ensino de línguas estrangeiras. Curitiba: Blanche, 2017.

JESUS, C. M. Quarto de despejo. 10ª ed. São Paulo: Ática, 2017.

KLEIMAN, A. B.; MORAES, S. E. Leitura e Interdisciplinaridade: tecendo redes nos projetos da escola. Campinas, São Paulo: Mercado das Letras, 1999.

LEJEUNE, P. O pacto autobiográfico: de Rousseau à Internet. Trad. Jovita Maria Gerheim Noronha. 2 ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014.

MORIN, E. Educação e complexidade: os sete saberes e outros ensaios. São Paulo: Cortez Editora, 2004.

PAVIANI, A. Brasília e sua periferia: a construção injusta do espaço urbano. IV Encontro Nacional da ANPUR, Salvador, 27 a 31 de maio de 1991.

PAVIANI, A. Brasília no contexto local e regional: urbanização e crise. Artigo apresentado no seminário "Brasília: passado, presente e futuro", Brasília, 19 a 21 de setembro de 2001.

PETIT, M. Os jovens e a leitura: uma nova perspectiva. Tradução Olga de Souza. São Paulo: Editor 34, 2008.

PETIT, M. Leituras: do espaço íntimo ao espaço público. Tradução Olga de Souza. São Paulo: Editor 34, 2013.

SCHNEUWLY, B.; DOLZ, J. Gêneros orais e escritos da escola. Tradução Roxane Rojo e Glais Sales Cordeiro. Campinas, São Paulo: Mercado das Letras, 2004.

SOBRAL, C. Não vou mais lavar os pratos. 2 ed. rev. e ampl. Brasília: Dulcina, 2017.

SOBRAL, C. Só por hoje vou deixar meu cabelo em paz. Brasília: Teixeira, 2014.

ZILBERMAN, R. A leitura e o ensino de literatura. Curitiba: Intersaberes, 2012.

ZUMTHOR, P. Performance, recepção e leitura. Tradução Jerusa Pires Ferreira e Suely Fenerich. São Paulo: Cosac Naify, 2014.

Publicado
2018-11-26
Como Citar
VALÉRIOG. M. F. (2018). ORIENTAÇÃO DIDÁTICO-REFLEXIVA, LEITURA E INTERDISCIPLINARIDADE: PENSANDO AS ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS DO PROJETO MULHERES INSPIRADORAS. Cadernos De Linguagem E Sociedade, 19(3), 49-65. https://doi.org/10.26512/les.v19i3.17204