história, histórias

história, histórias (ISSN 2318-1729) é um periódico semestral publicado pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Brasília. Esta revista publica dossiês temáticos, artigos avulsos e resenhas em História e áreas afins. Propõe-se a promover o intercâmbio de idéias e resultados de pesquisas entre investigadores da área e recebe também artigos avulsos e resenhas em fluxo contínuo. Propostas de dossiês temáticos são submetidas ao Conselho Editorial. Os interessados em enviar contribuições devem verificar as Diretrizes para Autores

A REVISTA ESTÁ INDEXADA NOS SEGUINTES SERVIÇOS: 

___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

CHAMADA PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS (TEMÁTICA LIVRE) E RESENHAS - Fluxo contínuo, ou seja, em qualquer época do ano.

_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

CHAMADA PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS

Os debates em torno do Ensino de História vêm se intensificando no país acompanhando os avanços teóricos e metodológicos da historiografia, as reflexões sobre o papel da História no campo da Educação e as tentativas de reestruturação dos cursos de licenciatura. Refletir sobre os conhecimentos que construímos coletivamente enquanto professores de História é o objetivo deste dossiê. São reconhecidas as especificidades do saber histórico acadêmico e do saber histórico escolar, no entanto concordamos que ambos são indissociáveis e que suas inter-relações são estruturantes da formação inicial de historiadores e implicam, sobremaneira, na nossa prática como professores/pesquisadores. Trata-se de saberes constituídos em dimensão mutirreferencial, sobretudo a partir do diálogo com a Educação. São muitas as temáticas que podem ser abarcadas por este dossiê, dentre elas: historiografia e ensino de história; saberes históricos escolares na formação inicial de professores; formação inicial e continuada de professores de história; ensino de história nos diversos níveis e modalidades de escolarização; livros didáticos e suas formas de utilização; novas tecnologias da informação e comunicação no ensino de história; identidades, gênero e diversidade étnico-racial no ensino de história; ensino de história local; ensino de história e construção de conhecimentos (escolar e histórico) a partir de variadas fontes e linguagens.
 
ORGANIZADOR: Carlos Augusto Lima Ferreira (Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS)
PRAZO PARA ENVIO DE ARTIGOS: 30 DE SETEMBRO DE 2016.
 

A profusão de temas e abordagens possíveis às histórias em quadrinhos contrasta com a aridez dos estudos históricos em torno do tema realizados no Brasil. Enquanto a historiografia francesa, referência importante para a produção historiográfica brasileira, já descobriu as histórias em quadrinhos há alguns nomes como parte da sua abertura aos “novos temas, objetos e abordagens” – vide autores como Pascal Ory, Jean-Yves Mollier, Jean-Paulo Gabilliet, Thierry Crépin, entre outros –, os historiadores brasileiros se ressentem de estudos específicos que assumam os quadrinhos como problemas históricos. Na busca por superar tal lacuna é que se propõe a organização deste dossiê. Além disso, espera-se também que o dossiê expresse, na medida do possível, o estado da arte dos estudos sobre quadrinhos no país, de forma a possibilitar o mapeamento das tendências gerais das pesquisas recentes, assim como as possibilidades para pesquisas futuras. Por fim, serão aceitos trabalhos ligados a diversas áreas do conhecimento, mas que assumam os quadrinhos a partir de problemas e questões de fundo histórico: cruzamentos e tensões entre tradições visuais distintas; transformações na linguagem ao longo do tema; recepção de quadrinhos ao longo do tempo; e relações entre quadrinhos e política, movimentos sociais, representações, entre outros temas. Em suma, o dossiê tem como objetivos: 1. Mapear o estado da arte da produção historiográfica sobre histórias em quadrinhos; 2. Reunir tendências quanto a temas, abordagens e orientações teórico-metodológicas; 3. Suprir lacunas na bibliografia brasileira sobre o tema, sobretudo para o campo historiográfico; 4. Apontar caminhos e questões para estudos subsequentes que assumam os quadrinhos como problema histórico.

ORGANIZADOR: Ivan Lima Gomes - (Universidade Estadual de Goiás - UEG)

PRAZO PARA ENVIO DE ARTIGOS: 30 DE SETEMBRO DE 2015. 

O presente dossiê pretende reunir pesquisas que abordem os diversos temas relacionados ao período da escravidão e do pós-abolição no Brasil. Buscamos congregar estudos que tenham como mote as questões sociais, políticas, econômicas e culturais de africanos e afro-brasileiros no longo período histórico que se estende da escravidão (Colônia e Império) até ao que se convencionou denominar de pós-abolição. Convidamos pesquisadores a discutir essas questões por meio do envio de textos acadêmicos, em formato de artigos e resenhas.

ORGANIZADORES: Dr. Petrônio Domingues (UFS) e Dra.Fabiana Schleumer (UNIFESP).

PRAZO PARA ENVIO DE ARTIGOS: 29 DE JANEIRO DE 2016.

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


v. 4, n. 8 (2016): Da escravidão ao pós-abolição no Brasil: novas pesquisas, questões e debates


Capa da revista