A um passo do anti-pássaro: a poesia de Orides Fontela

Palavras-chave: poesia brasileira moderna, Orides Fontela, metapoesia, memória, poesia, realidade

Resumo

Orides Fontela, um dos nomes importantes da poesia brasileira na segunda metade do século XX, deixou uma obra composta de poucos títulos, mas sempre admirada pela crítica. Desde a sua estreia no final dos anos 1960, a produção oridiana revela, a par da tendência para a abstração e da busca pela transcendência, uma compreensão aguda da materialidade da existência e dos obstáculos que constituem o mundo real. Este artigo procura ressaltar como aspectos essenciais da poesia de Orides, a presença das marcas do cotidiano, do real e da memória – manifesta, por exemplo, na recorrência do símbolo do sangue –, e também a consciência crítica da autora a respeito do trabalho de criação poética, considerado ao mesmo tempo como racional e sensível. Traços que evidenciam, do ponto de vista da história literária, a sua forte ligação com a tradição brasileira moderna, notadamente com os poetas Carlos Drummond de Andrade e João Cabral de Melo Neto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARRIGUCCI JR., Davi (2005). Na trama dos fios, tessituras poéticas (depoimento a Cleri Aparecida Biotto Bucioli e Laura Beatriz Fonseca de Almeida). Jandira, Juiz de Fora, n. 2.
BUCIOLI, Cleri Aparecida Biotto (2003). Entretecer e tramar uma teia poética: a poesia de Orides Fontela. São Paulo: Anablume; Fapesp.
CANÇADO, José Maria (1996). A eutanásia da biografia. Folha de S. Paulo, São Paulo, Caderno Mais, p. 12, 12 maio.
CANDIDO, Antonio (1983). Prefácio. In: FONTELA, Orides. Alba. São Paulo: Roswitha Kempf, p. 3-7.
CANDIDO, Antonio (1988). Orelha. In: FONTELA, Orides. Trevo. São Paulo: Duas Cidades.
CASTELLO, José (1996). Orides Fontela resiste à sofisticação da poesia. O Estado de S. Paulo, São Paulo, Caderno 2, p. 115, 1º jun.
CHAUÍ, Marilena (1996). Prefácio. In: FONTELA, Orides. Teia. São Paulo: Geração, p. 9.
CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain (2008). Dicionário de símbolos. Tradução de Vera da Costa e Silva (et al.). Rio de Janeiro: José Olympio.
DANTAS, Vinicius (1986). A nova poesia brasileira e a poesia. Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, v. 3, n. 16, p. 40-53, dez.
FARIA, Álvaro Alves de (2006). Tristeza difícil de apagar. Rascunho, Curitiba, n. 77, set.
FERREIRA, Letícia Raimundi (2002). A lírica dos símbolos em Orides Fontela. Santa Maria: Associação Santa-Mariense de Letras.
FONTELA, Orides (2006). Poesia reunida (1969-1996). São Paulo: Cosac Naify; Rio de Janeiro: 7 Letras.
FONTELA, Orides (1991). Nas trilhas do trevo. In: MASSI, Augusto (Org.). Artes e ofícios da poesia. Porto Alegre: Artes e Ofícios, p. 255-261.
FONTELA, Orides (1997). Uma – despretensiosa – minipoética. Cultura Vozes, ano 91, n. 1, p. 118-125, jan./fev.
FONTELA, Orides (1998). Sobre poesia e filosofia – um depoimento. In: PUCHEU, Alberto (Org.). Poesia (e) filosofia. Rio de Janeiro: 7 Letras, p. 13-16.
LISPECTOR, Clarice (1999). A hora da estrela. Rio de Janeiro: Rocco.
MARQUES, Ivan (2000). Orides: a um passo do pássaro (documentário). São Paulo: TV Cultura, 26 maio 2000.
MASSI, Augusto (1986). Uma obra feita em espiral. Folha de S. Paulo, São Paulo, Caderno Ilustrada, p. 61, 9 ago.
MELO NETO, João Cabral de (1994). Poesia e composição. In: MELO NETO, João Cabral de. Obra completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar.
OSAKABE, Haquira (2002). O corpo da poesia. Notas para uma fenomenologia da poesia, segundo Orides Fontela. Remate de males, Campinas, n. 22, n. 2, p. 97-109.
RIAUDEL, Michel (1998). Entretien avec Orides Fontela. In: QUINT, Anne-Marie (Ed.). Le conte et la ville: études de littérature portugaise et brésilienne. Paris: Presses de La Sorbonne Nouvelle.
SÜSSEKIND, Flora (2002). Seis poetas e alguns comentários. In: SÜSSEKIND, Flora. Papéis colados. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ.
VILLAÇA, Alcides (1992). Símbolo e acontecimento na poesia de Orides. Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, v. 3, n. 34, p. 198-2014, nov.
VILLAÇA, Alcides (1996). O silêncio de Orides. Folha de S. Paulo, São Paulo, Jornal de Resenhas, p. 7, 12 jul.
Publicado
2019-02-06
Como Citar
Marques, I. F. (2019). A um passo do anti-pássaro: a poesia de Orides Fontela. Estudos De Literatura Brasileira Contemporânea, (56), 1-13. https://doi.org/10.1590/2316-40185617