A violência insuspeita da sociedade de classes no trâmite da enunciação em Passageiro do fim do dia

Resumo

Em Passageiro do fim do dia, a forma como se estabelece o trâmite entre sujeito do enunciado e sujeito da enunciação põe em evidência as estratégias de que se lança mão para a apreensão do dado objetivo do “real”, cuja inapreensibilidade se torna, na fatura do romance de Rubens Figueiredo, índice que costura materialidades e sentidos, concretudes e simbologias sutis para o desvelamento da lógica das violências e de como elas se tornam cotidianas, banais e necessárias à reprodução de um modo de viver, se relacionar e sentir imposto pela dinâmica da sociedade de classes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

FIGUEIREDO, Rubens (2006). Contos de Pedro. São Paulo: Companhia das Letras.
FIGUEIREDO, Rubens (2010). Passageiro do fim do dia. São Paulo: Companhia das Letras.
FIGUEIREDO, Rubens (2011). Entrevista. Terceira Margem, Rio de Janeiro, ano 15, n. 24, p. 194-207, jan./jul.
FIGUEIREDO, Rubens (2012). Um escritor na Biblioteca: Rubens Figueiredo. Cândido: Jornal da Biblioteca Pública do Paraná, Curitiba, n. 15, p. 4-9, out.
LOTA, Roberto de Andrade (2013). Gritos e ressonâncias do secreto: a poética narrativa de Rubens Figueiredo. Dissertação (Mestrado em Letras Vernáculas) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.
MARX, Karl; ENGELS, Friedrich (2001). A ideologia alemã. São Paulo: Martins Fontes.
MARX, Karl; ENGELS, Friedrich (2011). O manifesto comunista. São Paulo: Hedra.
PATROCÍNIO, Paulo Roberto Tonani do (2013a). Ler a cidade pela janela de um ônibus. Brasil/Brazil, Providence, ano 26, n. 48.
PATROCÍNIO, Paulo Roberto Tonani do (2013b). Passageiro do fim do dia, de Rubens Figueiredo: um olhar sobre o naturalismo. In: CHIARELLI, Stephania; DEALTRY, Giovanna; VIDAL, Paloma. O futuro pelo retrovisor: inquietudes da literatura brasileira contemporânea. Rio de Janeiro: Rocco.
PATROCÍNIO, Paulo Roberto Tonani do (2013c). Os (não) adaptados: a experiência urbana na obra de Rubens Figueiredo. Revista Sapientia, Roma, ano 32, n. 145.
SABINO, Thais de Carvalho (2014). Passageiro do fim de dia, de Rubens Figueiredo: cidade fragmentada. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE LITERATURA BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA, 6., 2 a 5 nov. 2014, Universidade de Brasília. Anais... Brasília: GELBC.
SANTOS, Darlan; Fux, Jacques (2013). A dramaticidade urbana em “Passageiro do fim do dia”, de Rubens Figueiredo. Fronteira Z, São Paulo, n. 11.
TIRLONI, Larissa Paula (2012). Memória e espaço em “Passageiro do fim do dia”. In: INLETRAS: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE LETRAS, 12., 9 a 22 jun. 2012, Centro Universitário Franciscano. Anais... Santa Maria: Unifra.
Publicado
2018-09-18
Como Citar
BalbiD. C. (2018). A violência insuspeita da sociedade de classes no trâmite da enunciação em Passageiro do fim do dia. Estudos De Literatura Brasileira Contemporânea, (55), 177-202. https://doi.org/10.1590/10.1590/2316-40185510