Desenvolvimento e Meio Ambiente no Semiárido

José Irivaldo Alves de Oliveira Silva

Resumo


A pesquisa sociológica tem se interessado crescentemente pelas formas discursivas e práticas pelas quais a chamada “questão ambiental” passa a influenciar escolhas políticas e as figurações sociais. Analisou-se o modelo de conservação empreendido pela criação destas unidades de conservação em propriedades rurais privadas. As dinâmicas sociais analisadas envolveram proprietários, populações rurais do entorno e representantes de órgãos públicos, tratados neste trabalho em termos dos processos combinados de mudança ambiental, políticas conservacionistas e marginalização de grupos sociais no quadro da abordagem da ecologia política. A pesquisa de campo revelou as contradições deste modelo de política conservacionista. Estas contradições são potencializadas no semiárido, de um lado tem-se políticas que absorvem o meio ambiente como um elemento exclusivamente de conservação, de outro tem-se políticas que incorporam a questão ambiental como um elemento a mais na política de desenvolvimento e, além dessas, tem-se políticas de caráter compensatório. 



Palavras-chave


desenvolvimento; meio ambiente; conservação; Política Ambienta; semiárido.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s0102-69922017.3202003





Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Unported License.

 

ISSN 0102-6992 versão impressa

ISSN 1980-5462 versão on-line

QUALIS A1