Meio ambiente linguístico da língua brasileira de sinais e seu registro gráfico

Cláudio Alves Benassi, Anderson Simão Duarte, Simone de Jesus Padilha

Resumo


Este trabalho apresenta um estudo feito por Claudio Alves Benassi, da Universidade Federal de Mato Grosso, sobre a Libras, seu meio linguístico e um sistema de grafia proposto por esse pesquisador. Ressaltamos que essa escrita está sendo chamada, provisoriamente, de Visografia. Esse sistema apresenta apenas 62 caracteres distribuídos em quatro grupos visonéticos que representam alfabética e graficamente os cinco parâmetros das Línguas de Sinais (LS). A elaboração da Visografia justifica-se pelo fato de existirem, no Brasil, três outros sistemas de escrita de língua de sinais e nenhum deles se fixarem no registro gráfico da LS. Os resultados apontam para a viabilidade desse sistema tanto na grafia quanto na leitura da LS.

 

Palavras-chave:Visografia. Ecolinguística. Libras. Meio ambiente linguístico. ELiS.

 

Abstract:This artkcle presents the Brazilian Sign Language (Libras), its linguistic environment and a spelling system proposed by Claudio Alves Benassi, of the Federal University of Mato Grosso (UFMT). This writing is being provisionally called Visografia. It consists of only 62 characters divided into four visonetic groups which represent alphabetically and graphically the five parameters of this sign language (LS). The preparation of Visografia is justified by the fact that there are, in Brazil, three other sign language writing systems and none of them settled in the graphic registration of LS. Results show the feasibility of this system both in spelling and in reading of LS.

 

Keywords: Visografia. Ecolinguistics. Libras. Linguistic environment. ELS.


Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, Mikhail. O plurilinguismo no romance. In.: BAKHTIN, Mikhail. Questões de literatura e de estética. A teoria do romance. São Paulo: Hucitec, 2014, 7ª. ed.

BARRETO, Madson; BARRETO, Raquel. Escrita de Sinais sem mistérios. Belo Horizonte: Ed. do autor, 2012.

BARROS, Mariângela E. ELiS. Sistema brasileiro de escrita das línguas de sinais. Porto Alegre: Penso, 2015.

BENASSI, Claudio Alves. Além dos sentidos: a Escrita das Línguas de Sinais como uma proposta de produção acadêmica do surdo. In.: Educação e seus jeitos de ler-escrever em meio a vida. Anais do Semiedu. Cuiabá: Universidade Federal de Mato Grosso. 2014. Disponível em

http://sistemas.ufmt.br/ufmt.evento/Site.aspx?conteudoUID=182&eventoUID=59, 2016 (acesso: 20/08/2016.

______. Formação de docentes de Escrita das Línguas de Sinais (ELiS). Falange Miúda. v. 1, n. 1, 2016. Disponível em http://www.falangemiuda.com.br/edicaoatual/,2016 (acesso: 20/08/2016).

¬¬¬______; DUARTE, Anderson Simão; PADILHA, Simone de Jesus. Proposta de releitura do SignWriting e da ELiS. Falange Miúda, v. 1, n. 1, 2016. Disponível em http://www.falangemiuda.com.br/edicaoatual/,2016 (acesso: 20/08/2016).

______.; DUARTE, Anderson S.; SOUZA, Sebastiana A.; PADILHA, Simone de J. Das escritas de língua de sinais à escrita de língua de sinais. Primeiros suspiros da Visografia eivados pelo SignWriting e pela ELiS. No prelo, 2016.

COUTO, Hildo H. Ecolinguística: estudo das relações entre língua e meio ambiente. Brasília: Thesaurus, 2007.

______. Análise do discurso ecológica. Disponível em:

http://meioambienteelinguagem.blogspot.com.br/2013/04/analise-do-discurso-ecologica.html, 2013 (acesso: 06/06/2016).

LEITE, Maurycéia. Formação de docentes de Libras para a educação infantil e séries iniciais: a pedagogia numa perspectiva bilíngue. Revista Diálogos, v. 4, n. 1, 2016. Disponível em http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/revdia/article/view/3899 ( acesso: 20/08/2016).

MIRANDA, João Paulo V.; ANDRADE, Alliny de Matos F. Um olhar ecolinguístico sobre a semântica da Libras. In.: Caderno de resumos. III Encontro Brasileiro de Ecolinguística. Disponível em Disponível em http://ecolinguistica.net.br/wp-content/uploads/2016/08/III-EBE-2016-Caderno-de-Resumos-Schmaltz-Paulino-Couto.pdf (acesso: 31/08/2016).

QUADROS, Ronice M.; KARNOPP, Lodenir B. Língua de sinais brasileira. Estudos linguísticos. Porto Alegre: Artmed, 2004.

STUMPF, Marianne. Escrita de Língua brasileira de sinais. Indaial: UNIASSELVI, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';



ECO-REBEL - Revista brasileira de ecologia e linguagem - ISSN: 2447-7052 - ecorebelbrasil@gmail.com / hiho@unb.br