Universitários vão à escola: um olhar decisivo

Marconi de Paiva Lenza

Resumo


O presente artigo tem como escopo inicial a apresentação do projeto de extensão de ação contínua e organização não-governamental UVE, assim como a descrição de algumas atividades realizadas no primeiro semestre de 2011 de modo a tornar mais claro o papel do projeto na sociedade. A seguir, será abordado o tema da violência como forma de opressão e exclusão social - ou melhor, os vários tipos de violência presentes no contexto de Itapoã (DF) e na própria educação, de modo a proporcionar uma reflexão sobre os métodos atuais de ensino e seus propósitos. A educação será vista como uma forma de democratização de um direito próprio de todos enquanto parte da sociedade e requisito para o exercício da cidadania. Essa educação é parte indelével na construção de uma ponte para o desenvolvimento da autonomia e cidadania das crianças e adolescentes da comunidade, de modo que elas consigam, por elas mesmas, serem atores na mudança que ocorre continuamente no mundo e em suas vidas.


Palavras-chave


Educação; violência; Direito; Itapoã; cidadania; FDUnB; Psicologia

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
A obra Revista Direito & Sensibilidade de http://seer.bce.unb.br/index.php/enedex/ foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Brasil.