Um Otelo brasileiro: violência e metateatralidade em Iago

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Marcus Mota

Resumo

Este texto procura apresentar os pressupostos para a elaboração da peça Iago. Escrita a partir de Otelo, Iago busca colocar em primeiro plano algo presente no texto shakesperiano: o espetáculo cruento em torno da morte de uma mulher inocente. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
MotaM. (2016). Um Otelo brasileiro: violência e metateatralidade em Iago. Dramaturgias, 1(1). https://doi.org/10.26512/dramaturgias.v1i1.9051
Seção
Documenta

Referências

BLOOM,H. Shakeaspeare. A Invenção do Humano. São Paulo: Objetiva,1998.
CALDWELL, H. O Otelo Brasiliero de Machado de Assis (The Brazilian Othello of Machado of Assis). Ateliê Editorial,2002.
HELIODORA, B. Falando de Shakeapeare ( Talking about Shakespeare) Perspectiva, 1998.
MOTA, M. “Fundamentos para uma tradição compreensiva da realidade:Machado de Assis e o instinto de nacionalidade” In: ABRALIC, 1990, UFMG. Anais do 2o. Congresso
ABRALIC. Belo Horizonte : Editora UFMG, 1990. v. 1. p. 111-117.
MOTA, M. Imaginação dramática. Texto&Imagem, 1998.
SOUZA, R. M. O Romance Tragicômico de Machado de Assis. Rio de Janeiro: Editora Uerj, 2006.