n. 203 (17)

Dol

Edição de Junho de 2017 - Ano 17 - Número 203

Caros leitores do Boletim Dor On Line, nesta edição apresentamos um editorial sobre a atuação do Fator de Crescimento do Nervo (NGF) na dor e implicações. Em nossa seção de Divulgação Científica trazemos a vocês um vídeo sobre enxaqueca, com pesquisadores e médicos da FMRP-USP. Temos, também, alertas sobre o uso de fentanil em bebês prematuros; a influência do trabalho após lesão cervical; uma meta-análise do uso da pregabalina na dor pós-operatória crônica; uma análise dos fatores biopsicossociais relacionados à dor em crianças e adolescentes. Em nossa seção de Ciência e Tecnologia temos alertas tratando de novas propostas no controle dos efeitos adversos de opioides, um novo fármaco desenhado computacionalmente e um novo esquema terapêutico em receptores µ. Temos também um inibidor da quinase G-1α no tratamento da dor e o uso do NGF em um modelo de dor pós-operatória. Boa leitura!

 

Editorial do mês

Terapia anti-NGF: uma das propostas que estão na mesa para o controle da dor

Mani Indiana Funez

Divulgação Científica

1. Fentanil pode influenciar o desenvolvimento infantil.  Estudo em pré-maturos mostra efeito motor no desenvolvimento em infantes que receberam infusão contínua.

Sara Goulart de Castro

2. Retorno ao trabalho após lesão cervical. Pós-trauma cervical (lesão chicote), voltar ao trabalho pode te fazer um bem!

Frederico Igor Ribeiro Calaça

3. Meta-análise adverte que a pregabalina não previne a dor pós-operatória crônica. Evidências de artigos e estudos não publicados mostram que a pregabalina não tem eficácia analgésica.

Weverton Vieira da Silva Rosa

4. Aspectos biopsicossociais relacionados à persistência da dor em crianças e adolescentes. Baixa modulação da dor e sintomas depressivos estão relacionados com a persistência da dor.

José Roberto de Souza Junior

5. Se você não tem, certamente conhece alguém que tem enxaqueca... Trazemos pra você o link de uma reportagem produzida pela TV EPTV de Ribeirão Preto sobre esse assunto, com dicas, explicações e comentários de importantes médicos sobre o assunto.

Equipe Dol

Ciência e Tecnologia

6. Agonista seletivo do receptor opioide periférico inibe a dor sem induzir efeitos adversos. Design computacional para situações de baixo pH, como as encontradas durante um processo inflamatório.

Larissa Garcia Pinto

7. Possível papel para o NGF na dor pós-operatória ortopédica. Medida do status funcional de camundongos submetidos à artroplastia de joelho sugere NGF como alvo para analgesia.

André De Melo Andrade

Larissa Garcia Pinto

8. A perda da sinalização do receptor μ opioide em nociceptores, mas não na microglia, anula a tolerância à morfina. Estratégia para evitar tolerância e hiperalgesia induzida pelos opioides.

Erika Ivanna Araya Pallarés

9. Novo inibidor da proteína quinase G-1α no tratamento da dor. Achados referentes ao fármaco N46 como agente antinociceptivo são encorajadores.

Filipe Almeida Carvalho Gonzaga

Edição completa

Ver ou baixar a edição completa EPUB

Sumário