• Dol 230
    v. 1 n. 230 (20)

    DOL – Dor OnLine

     EDIÇÃO 230

     Caros leitores, na nossa edição de sembro de 2019 trazemos um editorial sobre as complicações neuropáticas no Diabetes mellitus. Na nossa seção de Divulgação científica trazemos alertas sobre opioides e a fibromialgia e a insônia, o uso de instrumentos de questionário na avaliação da dor neuropática, o efeito do cortisol na dor visceral, o álcool e a dor e dor pós-cirúrgica. Na nossa seção de Ciência e Tecnologia temos alertas sobre uma nova via de sinalização importante para a produção de PGE2 em leucócitos, a influencia do receptor TRL4 na dor da gota, o papel do receptor P2Y14 na glia, a influência da IL-6 em canis CV1.4 e a relação entre a catepsina E na dor da esclerose múltipla. Boa leitura.

    EDITORIAL DO MÊS

     Diabetes mellitus e suas complicações neuropáticas

    Atlante Silva Mendes

     Divulgação Científica

    Uso de opioides, intensidade da dor, idade e arquitetura do sono em pacientes com fibromialgia e insônia. O uso de opioides em pacientes com fibromialgia é maléfico ao sono?

    Júlia Maia L. Rodrigues

     A utilidade da combinação dos resultados dos questionários de avaliação da dor neuropática com o Teste Sensorial Quantitativo. O uso de questionários como instrumento no tratamento da dor neuropática

    Ketley Paiva Cabral

     Efeitos do cortisol sobre a dor visceral e somática na sensibilidade e medo relacionada à dor entre homens e mulheres. Aumento do cortisol diminui dor visceral

    Ivanete de Freitas Lisboa

     Efeitos do álcool na modulação condicionada da dor. O consumo de álcool diminui a dor pela sua influência emocional?

    Ana Patrícia de L. Rodrigues

    Lembrando da dor da cirurgia um ano depois: Ansiedade no desenvolvimento da memória da dor na criança

    Fernanda de Souza Silva

     Ciência e Tecnologia

     A sinalização da via IRE1a – XBP1 em leucócitos controla a biossíntese de prostaglandina e dor. A via envolvida na biossíntese de prostaglandina em leucócitos e um potencial alvo para o controle da dor

    Miriam das Dores Mendes Fonseca

     Liberação da interleucina-1 depende da ativação do receptor Toll-like 4. Um passo a mais no entendimento da artrite gotosa

    Cássia Regina da Silva

     O receptor P2Y14 está expresso em células satélites gliais. O receptor P2Y14 medeia a secreção de interleucina-1β e quimiocina CCL2

    Erika Ivanna Araya Pallarés

     A IL-6 diminui a expressão do canal de potássio KV1.4 em nociceptores em um modelo da síndrome de vibração mão-braço. Via de sinalização da IL-6 como potencial terapêutico para o tratamento de síndrome

    Aryanne Faustino Albernaz

     Catepsina E em neutrófilos e dor na esclerose múltipla. Modelo experimental mostra papel na dor da MS

    Isaac Fernandes

  • Dol 229
    v. 1 n. 229 (20)

    DOL – Dor OnLine

     EDIÇÃO 229

     Este mês é especial. Temos o prazer de entrar no vigésimo ano de nosso Boletim mensal sobre o Estudo da Dor. Nosso editorial trata deste tema e em nossa seção de divulgação científica temos alertas tratando do entendimento de como a dor se inicia no sistema nervoso periférico, microbiota intestinal e a fibromialgia, estudos de imagem na dor da Gota, a prevalência da dor crônica de uma Universidade brasileira e a personalidade e a dor no diabetes e câncer. Além disso, em nossa seção de Ciência e Tecnologia, temos alertas tratando de avanços no diagnóstico da osteoartrite, o papel imunológico na melhora da dor neuropática, o papel de células GABAérgicas neste tipo de dor e um novo trabalho sobre o canal Nav1.7 e seu bloqueio na dor.

     

    EDITORIAL DO MÊS

     Iniciando nosso ano 20!

     Paulo Gustavo Barboni Dantas Nascimento e Mani Indiana Funez

     Divulgação Científica

     Células cutâneas especializadas de Schwann iniciam dor. Uma nova população celular responsiva a estímulos nociceptivos é descoberta.

    Francisco Isaac Fernandes Gomes

     Bactérias intestinais contribuem para o desenvolvimento da dor crônica. A relação da microbiota intestinal com a Fibromialgia

    Alexandre Hashimoto Pereira Lopes

     Entendendo a dor da Gota. Exames de imagem possibilitam entender a percepção desta dor

    Paulo Gustavo Barboni Dantas Nascimento

     Dor na Universidade. Estudo mostra a prevalência de dor crônica em uma Instituição de Ensino Superior brasileira.

    Paulo Gustavo Barboni Dantas Nascimento

     A ligação entre as dimensões da personalidade e a percepção da dor em pacientes com diabetes mellitus ou câncer. Fatores psicológicos são fortes influenciadores para o aumento da dor

    Mariane Aparecida da Silva Marques

     Ciência e Tecnologia

    Avanços na busca por novos biomarcadores para o diagnóstico e conduta clínica da osteoartrite. Osteoartrite e Dor: A busca por Biomarcadores

    Conceição Elidianne Aníbal Silva

     Células T reguladoras medeiam melhoria da dor neuropática pela ativação via TNFR2. Ação do sistema imune na melhora da dor neuropática.

    Alexandre Hashimoto Pereira Lopes

     Células GABAérgicas e dor neuropática. Transplantes de células GABAérgicas no córtex rostral anterior reduzem a aversão à dor neuropática

    Alexandre Gomes de Macedo Maganin

     O controle da dor neuropática por leucócitos presentes nas fronteiras do sistema nervoso central. Outro exemplo do sistema imune na melhora da dor neuropática.

    Rafaela Mano Guimarães

     Canal de sódio Nav1.7 é ainda um bom alvo terapêutico para o alivio da dor? Os fracassos nos testes clínicos colocam em duvida o potencial dos bloqueadores Nav1.7 como bons analgésicos.

    Larissa Garcia Pinto

  • Dol 228
    v. 1 n. 228 (19)

    Caros leitores do nosso boletim mensal sobre Dor, este mês trazemos um resumo sobre a participação de canais iônicos Nav, sumarizando os últimos editais que temos publicado nestes meses. Na nossa seção de Divulgação Científica trazemos alertas sobre preditores de dor crônica, uma nova formulação de Ioxoprofeno, sono e dor crônica, ações do World Physical Therapy Day e dor crônica, dor facial e bloqueio de nervos na dor pós-amputação. Na seção de Ciência e Tecnologia temos alertas sobre hemicontusão cervical em modelo animal com pregabalina, conectividade somatotópica e saliência, resposta dimórfica sexual do CGRP dural e plasticidade no conectomo dinâmico e ação da cetamina. Boa leitura!

    EDITORIAL DO MÊS

    Canais Nav: uma breve revisão

    Andreza Urba de Quadros

    Divulgação Científica

    Uso de analgésicos em adultos jovens como preditor da prevalência da dor e utilização de serviços de saúde. Preditores de dor crônica

    Thaise Loyanne Felix Dias

    Eficácia e segurança do adesivo tópico de loxoprofeno. Uma alternativa para os efeitos adversos AINES

    Aryanne Faustino Albernaz

    A hora de dormir é importante entre pacientes com dor crônica? O horário de dormir pode influenciar na redução da dor

    Ivanete de Freitas Lisboa

    Dor Crônica: World Physical Therapy Day no dia 09/07/2019. A dor crônica é um fator significante de saúde global

    Kênia Fonseca Pires

    A seletividade anatômica na sobreposição de dores crônicas faciais e corporais. Quais são as outras regiões do corpo em que as pessoas com dor facial crônica sentem dor?

    Rafaela Gomes Portela.

    O bloqueio de nervos periféricos como tratamento para dor pós-amputação. Um estudo clínico.

    Raquel Pereira de Souza

    Ciência e Tecnologia

    Tratamento de hemicontusão cervical em modelo animal com pregabalina. A administração precoce de pregabalina auxilia na manutenção da força motora.

    Giovanna França Alves

    Conectividade específica somatotópica do córtex somatossensorial primário e as redes de saliência na codificação da clínica da dor. Como interpretamos a importância da experiência da dor influencia a dor crônica?

    Kênia Fonseca Pires

    O CGRP produz respostas específicas em fêmeas em modelo de migrânea. Resposta dimórfica sexual do CGRP dural

    sexual desse distúrbio neurológico.

    Erika Ivanna Araya Pallarés

    Plasticidade no conectomo dinâmico da dor associado com cetamina para induzir alívio da dor neuropática. Melhor efeito terapêutico e funcionamento do sistema nervoso entre os pacientes

    Júlia Maia

  • Dol 227
    v. 1 n. 227 (19)

    DOL – Dor OnLine

     Caros leitores de nosso Boletim, esta edição do mês de junho apresenta um editorial sobre o canal de sódio Nav1.9 e seu papel na dor. Além disso, em nossa seção de Divulgação científica apresentamos alertas tratando sobre tratamentos para lombalgia, dor pélvica urológica, a dor na gota, técnicas de anestesia cirúrgica e a inclusão da dor crônica na nova Classificação Internacional de Doenças. Na seção de ciência e tecnologia apresentamos alertas tratando de interações imunes de quimioterápicos na neuropatia periférica, novos avanços no entendimento da alodinia mecânica por optogenética, uma interação do canal TRPV1 com a internalização de receptores opioides e o papel do canal Nav1.7 na dor. Boa Leitura.

     Editorial do mês:

     Nav 1.9 Canal de Sódio Voltagem Dependente do Sistema Nervoso Periférico: Um importante mecanismo da regulação da excitabilidade neuronal

     Mariane Aparecida da Silva Marques

    Mani Indiana Funez

    Divulgação Científica

    Estímulo da medula espinhal em dor nas costas predominante na síndrome de cirurgia dorsal falhada. O estímulo é um diferencial no tratamento de lombalgia pós cirúrgica?

    Mariane Pereira Matos

     Avaliação da sensibilidade à dor à pressão não pélvica na Síndrome da Dor Pélvica Crônica Urológica. Qual o papel do sistema nervoso central?

    Ana Patrícia de L. Rodrigues

     Desenvolvimento e validação de um novo escore capaz de predizer a intensidade de ataque agudo de gota relatado pelo paciente para uso em estudos clínicos da doença. Otimizando o tratamento do ataque agudo de gota com a ajuda do paciente

    Cássia Regina da Silva

     Comparação de técnicas anestésicas na recuperação da cirurgia ortopédica. Controle da dor pós-operatória: Anestesia geral versus regional

    Thaise Loyanne Felix Dias

    Inclusão de dor crônica na nova Classificação Internacional de Doenças. CID-11: Avanços no diagnóstico da dor crônica

    Thaise Loyanne Felix Dias

     Ciência e Tecnologia

    Cisplatina educa células TCD8+ para prevenir e resolver neuropatia periférica induzida por quimioterapia. Opção de terapia para dor neuropática induzida por quimioterápicos?

    Júlia Maia L. Rodrigues

    Ativação de mecanoceptores A-beta de baixo limiar de ativação Vglut1+ e alodinia mecânica. A contribuição na neuropatia periférica.

    Francisco Isaac Fernandes Gomes

     Canal iônico TRPV1 induz analgesia opioide durante inflamação. Uma desregulação da via de sinalização TRPV1- β-arrestina 2 pode contribuir para transição da dor aguda para crônica

    Larissa Garcia Pinto

     O papel do canal Nav1.7 na dor em humanos. Validando um alvo geneticamente identificado

    Andreza Urba

     

  • Dol 226
    v. 1 n. 226 (19)

    EDIÇÃO 226

     Caro leitor, este mês, em nosso boletim mensal traz um editorial sobre os desafios no tratamento da endometriose e no gerenciamento da dor associada a este quadro. Na seção de Divulgação Científica trazemos alertas sobre analgesia endógena em crianças, tratamentos alternativos aos opioides, a relação da cafeína e dor, e intervenções psicológicas para o manejo da dor. Na nossa seção de Ciência e Tecnologia temos alertas sobre resultados clínicos de uma terapia para endometriose, a ação de quinases na plasticidade neuronial, o uso de hipotermia para o tratamento da neuropatia de quimioterápicos, biomarcadores para o diagnóstico da dor e um canal de sódio na percepção do frio. Boa leitura!

     EDITORIAL DO MÊS

    Endometriose e os desafios para o seu tratamento

    Miriam das Dores Mendes Fonseca

     

    Divulgação Científica

    Modulação endógena da dor em crianças com distúrbios funcionais da dor abdominal. Crianças, de ambos os sexos, com dor abdominal crônica tem analgesia endógena menos eficiente.

    Rafaela Gomes Portela

    Tempo de mudança: uma investigação experimental da dor crônica em pacientes, respostas emocionais e atitudinais a simulação de conselho para diminuir uso de opioides.

    Júlia Maia L. Rodrigues

    Maior consumo de cafeína está relacionado à menor sensibilidade à dor. Pausa para um cafezinho

    Ieda Regina dos Santos

    Uma breve intervenção psicológica pode melhorar a dor pós-operatória? A melhora da expectativa do paciente sobre o tratamento pode contribuir para o manejo da dor pós-operatória

    Raquel Pereira de Souza

    O paciente visto além da dor. A prática do modelo biopsicossocial ainda é um desafio

    Letícia Menezes Rodrigues

     

    Ciência e Tecnologia

    Resultados a Longo Prazo do Elagolix em mulheres com endometriose. Novo tratamento para endometriose

    Alexandre Gomes de Macedo Maganin

    PKC lambda medeia plasticidade da sinapse cortical e a dor inflamatória dependente do canal iônico (ASIC1a). Possibilidades de desenvolvimento farmacêutico

    Alexandre Hashimoto Pereira Lopes

    Hipotermia e dor neuropática. Uma intervenção simples pode ser a solução para a neuropatia periférica induzida por quimioterápicos

    Lisa Oliveira

    Biomarcadores para diagnóstico da dor. Novos avanços em medicina de precisão

    Paulo Gustavo Barboni Dantas Nascimento

    O papel de Nav1.8 no reconhecimento de estímulos frios. Uma caracterização in vivo

    Andreza Urba de Quadros

  • Dol 225
    v. 1 n. 225 (19)

    DOL – Dor OnLine

     EDIÇÃO 225

     Olá leitores de nosso boletim mensal de divulgação científica sobre o Dor. Esta edição de abril de 2019 traz um editorial tratando da ação anual da Associação Internacional para o Estudo da Dor (IASP), que nesta edição trata da luta contra a dor em populações com vulnerabilidade. Além disso, temos alertas na nossa seção de divulgação científica tratando do protocolo clínico para a artrite reumatoide, uso de analgésicos no pós-operatório imediato, a influencia da ansiedades e astrócitos na dor da osteoartrite, o uso da cetamina na dor e diferenças de gênero na dor neuropática. Além disso, trazemos em nossa seção de Ciência e Tecnologia, alertas sobre novas tecnologias para o tratamento de uma polineuropatia rara, a influencia de genes na dor após mastectomias, a relação da dor de picadas de escorpião e a ativação de receptores P2X7 medulares, a participação de endocanabinoides na dor crônica e a função sensorial ao fril de diferentes tipos de neurônios. Boa Leitura.

     

    EDITORIAL DO MÊS

     ANO GLOBAL DA IASP 2019 CONTRA A DOR NOS MAIS VULNERÁVEIS: UMA CHAMADA EMERGENCIAL

    Kênia Fonseca Pires

     

    Divulgação Científica

    Elaboração de protocolo clínico para a artrite reumatoide. Artrite reumatóide: identificação precoce e tratamento oportuno.

    Thaise Loyanne Felix Dias

     Avaliação da dor na Sala de Recuperação Pós-Anestésica (SRPA). Uso de analgésicos em pós-operatório imediato

    Thaise Loyanne Felix Dias

    A influência da ansiedade e dos Astrócitos na dor musculoesquelética da Osteoartrite. Ansiedade modula ativação de astrócitos e a dor na Osteoartrite

    Giovanna França Alves

     Diretrizes para o uso de cetamina na dor. Uso de cetamina para dor aguda e crônica

    Ieda Regina dos Santos

    Diferença no desenvolimento da dor neuropática entre os sexos. Mulheres apresentam maior suceptibilidade à dor na infeccção pelo HIV-1

    Conceição Elidianne Anibal Silva

     

    Ciência e Tecnologia

    Novas tecnologias para o tratamento da Polineuropatia Amiloidótica Familiar associada à Transtirretina (PAF-TTR). Novos potenciais tratamentos para tipo raro de polineuropatia

    Thaise Loyanne Felix Dias

     Polimorfismos do CACNG2 associam-se a dor após mastectomia. A influência de fatores genéticos no fenótipo de dor crônica pós cirúrgica

    Mariane Pereira Matos

     Receptores P2X7 contribuem na ativação microglial na dor induzida por BmKI. Veneno de escorpião induz dor inflamatória.

    Erika Ivanna Araya Pallarés

    Endocanabinoides: Potencial para medicamentos no tratamento da dor crônica?

    Thaise Loyanne Felix Dias

    Papel distinto dos neurônios sensoriais na detecção do frio. Neurônios Nav1.8(-) são importantes na detecção do frio ambiental agudo enquanto o frio extremo prolongado ativa neurônios Nav1.8(+) no GRD de camundongos

    Larissa Garcia Pinto

  • Dol 224
    v. 1 n. 224 (19)

    DOL – Dor OnLine

     EDIÇÃO 224

     Caros leitores, nesta edição de março de 2019 temos um compreensivo edital sobre o canal iônico Nav1.8. Temos em nossa seção de Divulgação Científica alertas tratando de cremes tópicos para a dor, o uso de opioides e mortalidade em condições crônicas, a avaliação da dor em pacientes com deficiência e a educação em dor para culturas específicas. Na nossa seção de Ciência e Tecnologia temos alertas sobre o papel do sistema imune na dor neuropática, a biossíntese em leveduras de canabinoides, um novo inibidor do canal Cav3.2, a conectividade do neurônio e glia na dor e a dor nas costas e alterações morfoanatômicas na coluna vertebral...Boa Leitura!

     EDITORIAL DO MÊS

     Nav. 1.8

    Andreza Urba de Quadros

     ALERTAS

     Divulgação Científica

    1. Terapia com creme tópico para tratamento da dor não tem efeito. Cremes para tratamento da dor com alto custo e pouco eficientes

    Alexandre Hashimoto Pereira Lopes

     2. Associação do tramadol com as causas de mortalidade em pacientes com osteoartrite. Uso do tramadol e associação com mortalidade

    Alexandre Gomes de Macedo Maganin

     3. Avaliação da dor na demência avançada. Artigo demonstra dificuldade de avaliar e tratar a dor em pessoas com demência avançada

    Fernanda de Souza Silva

     4. Educação em Dor em diferentes culturas. Adequando a cada realidade cultural

    Paulo Gustavo Barboni Dantas Nascimento

    Ciência e Tecnologia

    5. Células Naturais Degeneram aferentes Sensitivos. Células assassinas naturais

    Cássia Regina da Silva

     6. Biossíntese completa de canabinoides e seus análogos não naturais em leveduras. Cepas de leveduras são capazes de sintetizar principais canabinoides

    Mariane Aparecida Da Silva Marques

     7. Inibição de canais de cálcio CaV3.2: um novo alvo terapêutico para a hipersensibilidade do cólon.

    Francisco Isaac Fernandes Gomes

    8. Neurônios e células satélites: mais conectados na dor

    Pedro Antônio Alves Vieira e Rangel Leal Silva

    9. Associações entre dor nas costas na idade adulta e a forma da coluna na velhice. A forma de sua coluna pode te dizer mais do que você imagina...

    Graziele Carolina Zanata e Rangel Leal Silva

  • Dol 223
    v. 1 n. 223 (19)

     

    EDIÇÃO 223

    Caros leitores do Boletim Dor On Line, esta edição de fevereiro de 2019 vem com a retomada dos editoriais temáticos, tratando do canal Nav 1.7 e o seu papel na dor. Além disso, trazemos em nossa seção de Divulgação Científica alertas sobre a educação em dor, uma nova via analgésica, a relação da dor e ansiedade e o tratamento do câncer e a dor. Na nossa seção de Ciência e Tecnologia trazemos alertas sobre diferentes tipos de nociceptores na dor neuropática, a ativação glial na manutenção de neuropatias, caracterização da ansiedade causada pela capsaicina, diferentes modelos de dor e a expressão gênica e também o componente emocional da dor e seu mecanismo supraespinal. Boa leitura!

    EDITORIAL DO MÊS

     Nav1.7 e dor

     Miriam das Dores Mendes Fonseca

     ALERTAS

     1. 25 anos de pesquisa em educação sobre dor – o que descobrimos? Estudo mostra lacuna no conhecimento de profissionais da saúde sobre a dor

    Thaise Loyanne Felix Dias

     2. O doce e a dor. Demonstração experimental de uma nova via analgésica da dor.

    Paulo Gustavo Barboni Dantas Nascimento

    3. Condições inflamatórias e neuropáticas não evocam comportamentos semelhantes à ansiedade em animais. Correlação entre dor e ansiedade ou depressão

    Francisco Isaac Fernandes Gomes

     4. A regulação de gene presente em neurônios contribui para o desenvolvimento da dor neuropática causada pelo uso de quimioterápico. Perfil de ativação de genes na dor

    Conceição Elidianne Aníbal Silva

    Ciência e Tecnologia 

    5. Eletrofisiologia mostra nociceptores diferentes na dor neuropática. Especializações de nociceptores contribuem para a persistência do quadro doloroso

    Thayná Moreira Gomes Marra

    6.Ativação de astrócitos induzida por ácido lisofosfatídico (LPA) na manutenção da dor neuropática induzida por lesão parcial do nervo ciático. O LPA está associado a iniciação e manutenção da dor neuropática através de mecanismos gliais

    Mariane Aparecida da Silva Marques

     7. A interação de receptores de orexina 1 e canabinoides aumenta a expressão de c-fos na vlPAG. Receptores participam do comportamento do tipo ansioso induzido pela capsaicina.

    Erika Ivanna Araya Pallarés

     8. Neurônios sensoriais apresentam respostas transcricionais distintas em diferentes modelos de dor crônica. Estudo investiga se subconjuntos neuronais são importantes em diferentes condições de dor.

    Larissa Garcia Pinto

     9. Conjunto de neurônios da amigdala codifica a sensação desagradável da dor. Melhor compreensão dos mecanismos envolvidos no componente afetivo da dor

    Larissa Garcia Pinto

  • Dol 222
    v. 1 n. 222 (19)

    DOL – Dor OnLine

     EDIÇÃO 222

     Chamada da Edição

     Leitores do Dor On Line, nossa edição de janeiro de 2019 traz um interessante editorial sobre boas práticas para a experimentação animal. Além disso, selecionamos trabalhos sobre estudos da dor que foram apresentados no 50th Brazilian Congress of Pharmacology and Experimental Therapeutics, ocorrido em Ribeirão Preto, no período de 25 a 28 de setembro de 2018. Boa Leitura!

     EDITORIAL DO MÊS

     Utilização de animais em pesquisa: Iniciativas para promoção do bem-estar animal, aumento na qualidade dos dados e sua reprodutibilidade.

     Adriele Alves Santos

    Thayná Moreira Gomes Marra

    Mani Indiana Funez

     

    ALERTAS

     1 - Antagonismo do receptor tipo 2 para angiotensina como tratamento do ataque agudo de gota.

    Thiago Neves Vieira

     2 - O Receptor de Potencial Transitório Ankirina 1 desempenha um papel crítico em um modelo animal de dor devido a metástase de câncer em camundongos

    Priscilla Dias

     3 - O envolvimento dos receptores P2X3 periféricos na dor muscular aguda, mas não na indução e manutenção da dor muscular crônica.

    Alexandre Hashimoto Pereira Lopes

     4 - Avaliação da eletroacupuntura e exercícios físicos em modelo de monoartrite em ratos

    Alexandre Hashimoto Pereira Lopes

     5 - O efeito antinociceptivo de compostos semi-sintéticos derivados de flores de Moringa oleífera é mediado pelos receptores P2X7 em um modelo pré-clínico de dor na articulação temporomandibular de ratos

    Henrique Ballassini Abdalla

     6 - Avaliação do efeito antinociceptivo da toxina TX3-3 isolada do veneno da aranha Phoneutria nigriventer no modelo de fibromialgia em camundongos

    Dênis Augusto Sant'Anna dos Reis

     7 - Ativação do PPAR-gama modula a diminuição da expressão gênica induzida pela cisplatina em um modelo de Neuropatia Periférica Induzida por Quimioterapia

    Rangel Leal silva

     8 - Investigação do envolvimento do sistema endocanabinoide na antinocicepção induzida por estimulação elétrica nervosa transcutânea

    Andressa Daiane de Carvalho Zaparolli

     9 - Dieta deficiente em zinco aumenta a dor nociceptiva, no entanto reduz a dor inflamatória.

    Conceição Elidianne Anibal Silva

     10 - Análise de vocalização ultra-sônica para o estudo do componente afetivo da dor orofacial aguda e do contágio emocional da dor em ratos

    Erika Ivanna Araya Pallarés

     

  • Dol 221
    v. 1 n. 221 (19)

    DOL – Dor OnLine

     

    EDIÇÃO 221

     

    Chamada da Edição

     

    Olá Leitores do Boletim Dor on line, esta edição de dezembro de 2018 encerra o ano trazendo um editorial da série sobre canais de sódio voltagem dependentes, tratando este mês do Nav 1.5. Além disso, temo alertas tratando de trabalhos apresentados no 17° Congresso Mundial sobre Dor da Associação Internacional para o Estudo da Dor, acorrido em Boston, Estados Unidos nos dias 12 a 16 de setembro de 2018.

    Boa Leitura!

     

    EDITORIAL DO MÊS

     

    Nav 1.5: Principal canal de sódio cardíaco, mas com presença no sistema nervoso

     

    Mariane Aparecida da Silva Marques

    Mani Indiana Funez

     

    ALERTAS

    1 -Título: Um detector de dor baseado em Realidade Aumentada Clínica de Neuroimagem e Inteligência Artificial (CLARAi). Detector clínico de dor baseado em inteligência artificial e neuroimagem

     

    Letícia Ferreira Américo

     

    2 - Título: Tratamento da dor da metástase óssea:  um relato de caso

    Letícia Ferreira Américo

     

    3 - Título: Validação de métodos para avaliar a euforia induzida por opioide em adolescentes. Prevenção de transtorno relacionado ao uso de opioides em adolescentes nos EUA

    Thaise Loyanne Felix Dias

     

    4 -Título: Utilização de questionários preenchidos por pacientes com dor crônica. Predição da classificação da dor crônica

    Thaise Loyanne Felix Dias

     

    5 - Título: Identificação no genoma de possíveis locais de para dor crônica após histerectomia. Descoberta de genes envolvidos com a dor crônica pós-operatória

    Thaise Loyanne Felix Dias

     

    6 – Título: Diferenças de sexo no papel de Pannexin-1 na dor neuropática. Mais um caminho para a personalização do tratamento

    Kênia Fonseca Pires

     

    7- Título: Indução da via cerebral Nrf2-HO-1 e antinocicepção após diferentes paradigmas de treinamento físico em camundongos. Exercício importa

    Kênia Fonseca Pires

     

    8 - Título: Pacientes com Tumor de feridas: avaliação e caracterização da dor oncológica. Feridas tumorais afetam a qualidade de vida em pacientes oncológicos

    Letícia Menezes Rodrigues

     

    9 - Título: A influência do paracetamol na modulação condicionada da dor: exploração de diferença entre os sexos. A eficácia do paracetamol é influenciada pelo sexo?

    Letícia Menezes Rodrigues

     

    10 - Título: Primeira demonstração de fibras nervosas em biópsias musculares humanas e comparação da quantidade em pacientes com e sem dor muscular. Aumento de fibras nervosas em pacientes com distúrbios musculares

    Adriele Alves Santos

     

    11 - Título: Explorando a associação entre diabetes e sintomas osteomusculares crônicos: o estudo ELSA-Brasil osteomusculares (ELSA-Brasil MSK). Relação entre diabetes mellitus, sintomas osteomusculares crônicos e mulheres.

    Adriele Alves Santos

     

    12 - Título: Desenvolvimento de um currículo de humildade cultural na medicina da dor: uma avaliação de necessidades. A necessidade do aspecto cultural como componente curricular em medicina da dor

    Raquel Pereira de Souza

     

    13- Título: Impacto da escuta de música nos mecanismos de dor endógena excitatórios e inibitórios. A música e seu efeito no sistema de modulação de dor descendente

    Raquel Pereira de Souza

  • Edição 220 Dol 220
    v. 1 n. 220 (19)

    Edição 220 de Novembro de 2018

  • Dol 211
    v. 1 n. 219 (19)

    Edição 219

  • Edição 218 Dol
    n. 218 (19)
  • Edição 217 Dol
    n. 217 (19)
  • edição 216 Dol
    n. 216 (18)
  • Dol
    n. 215 (18)
  • Dol
    n. 214 (18)
  • Dol
    n. 213 (18)
  • dol
    n. 212 (18)
  • Dol
    n. 211 (18)
  • Dol
    n. 210 (18)
  • Dol
    n. 209 (18)
  • Dol
    n. 208 (18)
  • Dol
    n. 207 (18)
  • Dol
    n. 206 (18)
  • Dol
    n. 205 (18)
  • Dol
    n. 204 (17)
  • Dol
    n. 203 (17)
  • Dol
    n. 202 (17)
  • Dol
    n. 201 (17)
  • dol 200 Dol
    n. 200 (17)
  • edição 199 Dol
    n. 199 (17)
  • edição 198 Dol
    n. 198 (17)
  • edição197 Dol
    n. 197 (17)
  • Dol
    n. 196 (17)
  • Edição 195 Dol
    n. 195 (17)
  • edição 194 Dol
    n. 194 (17)
  • edição 193 Dol
    n. 193 (17)
  • ediçao192 Dol
    n. 192 (16)
  • edição 191 Dol
    n. 191 (16)
  • Dol
    n. 190 (16)
  • edição 189 Dol
    n. 189 (16)
  • Dol
    n. 188 (16)
  • edição 187 Dol
    n. 187 (16)
  • edição 186 Dol
    n. 186 (16)
  • Dol
    n. 185 (16)
  • edição 184 Dol
    n. 184 (16)
  • capa 183 Dol
    n. 183 (16)
  • Dol
    n. 181 (16)
  • Dol
    n. 180 (15)
  • Dol
    n. 179 (15)
  • Dol
    n. 178 (15)
  • edição 177 Dol
    n. 177 (15)
  • Edição 176 Dol
    n. 176 (15)
  • edição 175 Dol
    n. 175 (15)
  • edição 174 Dol
    n. 174 (15)