Considerações sobre a variação da preposição "de" na aquisição do português brasileiro

Harley Toniette, Carla Minello

Resumo


Este trabalho observa se é possível encontrar variação na ocorrência de preposições na aquisição do português brasileiro. Para isso, lança-se mão da versão minimalista da teoria gerativa (CHOMSKY, 1995) e de um corpus de fala infantil composto pelas gravações de duas crianças em fase de aquisição. A variação é analisada em paralelo a dados da gramática adulta e busca encontrar indícios que possam apontar se há variação de preposições presente na derivação dos sintagmas analisados. Além disso, será discutido se o fenômeno pode ser explicado mais adequadamente pela inserção tardia da preposição (inserção pós-sintática) ou se simplesmente seus traços não são pronunciados.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Caderno de Squibs: Temas em estudos formais da linguagem

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Creative Commons License
Caderno de Squibs is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.