CARACTERIZAÇÃO DA REDE URBANA DA REGIÃO FUNCIONAL DE PLANEJAMENTO NOVE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

  • Andréia Saugo Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Marcele Salles Martins Universidade de Passo Fundo
Palavras-chave: Rede urbana. Diagnóstico municipal e regional. Região funcional de planejamento nove. Estado do Rio Grande do Sul. Políticas públicas.

Resumo

Nas últimas décadas, ocorreram modificações no cenário urbano das cidades brasileiras, ocasionadas principalmente pelo crescimento da urbanização, impulsionando mudanças no perfil da população urbana. Nesse sentido, este artigo apresenta um diagnóstico da rede urbana da Região Funcional de Planejamento Nove formada por 130 municípios localizados a norte do Estado do Rio Grande do Sul, no período de 1985 a 2007. A abordagem metodológica iniciou pela organização de banco de dados de indicadores, baseados em fontes oficiais. Constatou-se que a rede urbana é formada por maioria de municípios com população de até 5.000 habitantes, concentrada na zona rural. A participação econômica está baseada na atividade de serviços.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréia Saugo, Universidade Federal da Fronteira Sul

Arquiteta e Urbanista, Mestre em Arquitetura e Urbanismo
Docente do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal da Fronteira Sul
Endereço de correspondência: Rua Pedro Martinello 59, Bairro Centro, Charrua/RS, Cep 99960-000

Marcele Salles Martins, Universidade de Passo Fundo

Arquiteta e Urbanista, Mestre em Engenharia. Docente do Curso de Arquitetura e Urbanismo do Complexo de Ensino Superior Meridional. Endereço de correspondência: Rua Independência 209 / 402, Bairro Centro, Passo Fundo/RS, Cep 99010-041

Referências

ALONSO, J. A. F. O cenário regional gaúcho nos anos 90: convergência ou mais desigualdade? Indicadores Econômicos FEE, Porto Alegre, v. 31, n. 3, p. 97-118, nov. 2003.

ALONSO, J. A. F.; AMARAL, R. Q. Desigualdades intermunicipais de renda no Rio Grande do Sul: 1985-2001. Ensaios FEE, v. 26, p. 171-194, 2005.

BANDEIRA, P. S. Participação, articulação de atores sociais e desenvolvimento regional. In: BECKER, D. F.; BANDEIRA, P. S. (Org.). Determinantes e Desafios Contemporâneos. Vol. 1. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2000, p. 23-128.

BARROS, V. L. M. Povoamento e urbanização do Rio Grande do Sul. In: WEIMER, G. (Org.) Urbanismo no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Ed. Universidade UFRGS, 1992. p. 35-55.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. 9.ed. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CORRÊA, R. L. Uma nota sobre o urbano e a escala. Revista Território, Rio de Janeiro, ano VII, n.11, 12 e 13, p.133-136, 2003.

__________. Estudos sobre a rede urbana. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

FONSECA, A. A. M.; O´NEILL, M.M. A revolução tecnológica e informacional e o renascimento das redes. Revista de Geociências, Niterói, RJ, v. 2, p. 26-35, 2001.

FUNDAÇÃO DE ECONOMIA E ESTATÍSTICA. Obtenção de dados. Disponível em:<http://www.fee.rs.gov.br/feedados/consulta/sel_modulo_pesquisa.asp> Acesso em: abr. 2008.

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Relatório Síntese do Estudo RumoS 2015. Porto Alegre, 2004.

HAESBAERT, R. O mito da desterritorialização do “fim dos territórios” à multiterritorialidade. 2. ed. Rio de Janeiro: Berthand Brasil, 2006. 400p.

HAFFNER, J. A. H. A Economia Gaúcha diante do cenário macroeconomico nacional e regional. In: Terceiro Encontro de Economia Gaúcha, 2006, Anais..., Porto Alegre, 2006. v. 1. p. 1-15.

INEP. Consulta ao Índice de Desenvolvimento da Educação. Disponível em:

<http://ideb.inep.gov.br/site/> Acesso em: nov. 2008.

_________. Busca de instituição de Ensino Superior. Disponível em: Acesso em: jan. 2009.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Contagem da população 2007. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br> Acesso em: 23 nov. 2007.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA – IPEA, IBGE, UNICAMP. Caracterização e tendências da rede urbana do Brasil. Brasília: IPEA, 2000.

__________. Estudos básicos para a caracterização da rede urbana. Brasília: IPEA, 2002.

JARDIM, M. L.; BARCELLOS, T. M. Os movimentos populacionais no Rio Grande do Sul: uma visão inter e intra-regional através dos Coredes. Ensaios FEE, Porto Alegre, v. 26, Número Especial, p. 143-170, maio 2005.

KALIL, R. Redes de Infra-estrutura urbana: gestão de programas e projetos na cidade de Passo Fundo de 2005 a 2007. 2007. Dissertação (Mestrado em Engenharia) – Faculdade de Engenharia e Arquitetura, Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, 2007.

MOREIRA, I. O espaço rio-grandense. 4 ed. São Paulo: Ática: 2000.

RAMBO, A. G. ; CAZAROTTO, R. T. . Redes, Territórios e o Desenvolvimento Territorial Local/Regional. In: XXVIII Encontro Estadual de Geografia, 2008, Bento Gonçalves. Anais do XXVIII Encontro Estadual de Geografia. Bento Gonçalves : UCS, 2008.

RANGEL, S. S. et. al. Distribuição espacial dos municípios emergentes do processo emancipatório. Evolução da territorialidade municipal. Algumas considerações. Boletim Gaúcho de Geografia, Porto Alegre, n. 23, p.41-51, mar. 1998.

RIO GRANDE DO SUL. Decreto Nº 35.764, de 28 de dezembro de 1994. Regulamenta a Lei Nº 10.283, de 17 de outubro de 1994, que criou os Conselhos Regionais de Desenvolvimento – CRDs. Disponível em: <http://www.al.rs.gov.br/legis/>. Acesso: abr. 2008.

SANTOS, M. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: EDUSP, 2002.

Publicado
2016-06-28
Seção
Artigos