PAPEL DA MÍDIA NA GEOPOLÍTICA CONTEMPORÂNEA. COMO A MÍDIA TEM TRATADO A ATUAÇÃO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS URBANOS NO BRASIL?

  • Alessandro Aveni Departamento de Geografia - Universidade de Brasília
  • Renata Helena Da Silva

Resumo

A relação entre mídia e movimentos sociais é ligada a variáveis espaciais e de poder que se colocam no tempo e nos espaços urbanos em maneira diferente, mas com foco central nas relações de poder. Este ensaio visa mostrar estas dinâmicas e relações com o escopo de esclarecer esta parte de agentes e atores da geopolítica urbana. Como conclusão ressalta-se que a analise aponta que na mídia, a pressão política dos movimentos sociais urbanos é destacada como ações pontuais e de curto prazo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGNEW, John. Place and politics. The Geographical Mediation of State and Society. Boston: Allen Unwin. 1987

AMORIM Trindade Chagas Célia Regina, Imprensa/Mídia Alternativa: Uma reflexão sobre o tema, Intercom –Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação V Congresso Nacional de História da Mídia –São Paulo –31 maio a 02 de junho de 2007

BERGER, Peter; HUNTINGTOR, Samuel. Muitas Globalizações: Diversidade Cultural no Mundo Contemporâneo.

BLOCH, Janaina Aliano. O direito à moradia: um estudo dos movimentos de luta pela moradia no centro de São Paulo. Dissertação apresentada ao Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. São Paulo: USP, 2007. Disponível em < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-08072008-143230/ > . Acesso em 04/12/09.

BRINGEL Breno Marqués. O lugar nos movimentos sociais e o lugar da geografia na teoria dos movimentos sociais El lugar en los movimientos sociales y el lugar de la geografía en la teoría de los movimientos Sociales Instituto de Estudos Sócio-Ambientais , Boletim Goiano de Geografia , v. 27,n. 2 jan./jun. 2007

COSTA, Wanderley Messias. Geografia política e geopolítica. São Paulo: Hucitec, 1992.

DOWNING, John D. H. Mídia radical: rebeldia nas comunicações e movimentos sociais. São Paulo: SENAC São Paulo, 2002.

DUARTE Luiz Cláudio, Os Movimentos Sociais Urbanos Nos Anos 70 E 80: Um Balanço Historiográfico Vértices Ano 3 N 1 Mar. 2000.

FOUCAULT Michel. Microfisica do poder.Organização E Tradução de Roberto Machado, Graal ,São Paulo 2009.

FERNANDES, Bernardo Mançano.Movimentos socioterritoriais e movimentos socioespaciais: contribuição teórica para uma leitura geográfica dos movimentos sociais. Revista Nera, Ano 8, n 6, Janeiro de 2005. Disponível em < http://www4.fct.unesp.br/nera/revistas/06/Fernandes.pdf > >. Acesso em 04/12/09.

GHON Maria da Gloria, Teorias dos movimentos sociais, São Paulo: Edições Loyola, 2000.

GRAHAM Stephen, The end of Geografy or the explosion of place? Conceptualizing space, place and information thecnology. In: Trevor J. Barnes et al. Reading Economic Geography LondonBlackwell Publishing 2004.

HAESBAERT, R., O mito da desterritorialização. Do “fim dos territórios” à Multiterritorialidade., RJ, Bertrand Brasil, 2004.

HARVEY, David. Condição Pós-Moderna. São Paulo: Loyola, 1993.

JACOBI Pedro, Dimensões e alcances dos movimentos sociais urbanos no Brasil, Luso-Brazilian Review, Vol. 27, No. 2 (Winter, 1990), pp. 41-58 Published by: University of Wisconsin PressLEFEBVRE, Henri. The production of space. Cambridge: Blackwell Publishers. (1991).

MARTIN Jean-Yves, A GEOGRAFICIDADE DOS MOVIMENTOS SOCIOESPACIAIS Caderno Prudentino de Geografia, Presidente Prudente (SP), n°19/20, p.26-41, Nov.1997.

MOREIRA Mazetti Henrique, Mídia alternativa para além da contra-informação, Intercom –Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação V Congresso Nacional de História da Mídia –São Paulo –31 maio a 02 de junho de 2007

MELUCCI Alberto Juventude, tempo e movimentos sociais Tradução de Angelina Teixeira Peralva Publicado em: Revista Young. Estocolmo: v. 4, nº 2, 1996, p. 3-14.

MELUCCI Alberto and Avritzer Leonardo, Complexity, cultural pluralism and democracy:collective action in the public space, Social Science Information, 2000

SAGE Publications (London, Thousand Oaks, CA and New Delhi), 39(4), pp. 507-527.

O TUATHAIL GEAROID and LUKE TIMOTHY W. Present at the (Dis)Integration: Deterritorialization and Reterritorialization in the New World , Annals of the Association of American Geographers, Vol. 84, No. 3 (Sep., 1994), pp. 381-398,Taylor & Francis, Ltd. on behalf of the Association of American Geographers Stable.

PAVIANI, Aldo (org). A conquista da cidade: movimentos populares em Brasília. Brasília: Editora da Universidade, 1991.

RAFFESTIN Claude. Por uma geografia do poder, 1993.

SANTOS, Milton. O Espaço do Cidadão. São Paulo: Nobel, 1987.

SANTOS, Milton. A Natureza do Espaço -técnica e tempo; razão e emoção. São Paulo: Hucitec, 1996.

SANTOS, Milton. Manual de Geografia Urbana. Edusp: São Paulo, 2008.

SANTOS, Regina Célia B. dos. Os movimentos sociais urbanos: questões conceituais relacionadas à práxis. Instituto de Geociências: Departamento de Geografia –Programa de pós-graduação -Unicamp. Disponível em <http://egal2009.easyplanners.info/area02/2207_Bega_dos_Santos_Regina_Celia.pdf>. Acesso em 04/12/09.

SOUSA (de) Santos Boaventura. Los nuevos movimientos sociales. Versión extractada y modificada del artículo “Sindicato, multitud y comunidad” en García, Álvaro; Gutiérrez, Raquel; Prada, Raúl y Tapia, Luis 2001 Tiempos de rebelión (La Paz: Muela del Diablo). OSAL septiembre 2001.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Los nuevos movimientos sociales. Setembro de 2001. Disponível em < http://bibliotecavirtual.clacso.org.ar/ar/libros/osal/osal5/debates.pdf >. Acesso em 04/12/09.

SOUZA (de) Pinto Júlio Roberto, Reforma urbana e Estatuto da Cidade.SOUZA JÚNIOR, Xisto Serafim de Santana. Um olhar geográfico sobre o conceito de movimento social urbano. Revista Formação, n°14 volume 1 –p.150-166. Disponível em < http://www4.fct.unesp.br/pos/geo/revista/artigos/Souza_junior.pdf >. Acesso em 04/12/09.

STEINBERGER Margarethe Born, Discursos geopolíticos da mídia: jornalismo e imaginário internacional na América latina, São Paulo: Educ/Cortez 2005.

UNESCO. Mídia e violência urbana no Brasil. –Brasília: UNESCO, Viva Rio, dezembro de 2007.

UNESCO. Action Plan on Cultural Policies for Development adopted in by the Intergovernmental Conference on Cultural Policies for Development Stockholm. Sweden, 2 April 1998.

Publicado
2017-01-10
Seção
Artigos