ESPAÇOS AFRICANIZADOS DO BRASIL: ALGUMAS REFERÊNCIAS DE RESISTÊNCIAS, SOBREVIVÊNCIAS E REINVENÇÕES

  • Zélia Amador de deus Departamento de Geografia - Universidade de Brasília

Resumo

O artigo trata da diáspora africana num contexto em que a África trazida para as Américas, de alguma forma, sobreviveu e, ao mesmo tempo, funcionou como instrumento de sobrevivência dos africanos e seus descendentes. Neste particular, as culturas de matriz africana, ao longo do tempo, foram e são utilizadas como estratégias políticas que forjam processos de negociações, destacando os quilombos contemporâneos brasileiros, como espaços africanizados presentes na narrativa de nacionalidade brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-07-29
Seção
Artigos