LOCALIZAÇÃO E ORIGEM DA POPULAÇÃO NEGRA ESCRAVIZADA EM TERRITÓRIO COLONIAL BRASILEIRO: AS DENOMINAÇÕES BANTO E IORUBÁ

  • Yeda Pessoa de Castro Departamento de Geografia - Universidade de Brasília

Resumo

A questão fundamental para precisar a identificação dos milhões de indivíduos trazidos da África subsaariana em escravidão para o Brasil, ao longo de três séculos consecutivos, está na propalada falta da documentação oficial referente ao tráfico transatlântico, que sabemos ter sido destruída, como também de testemunhos outros quanto à origem étnica da massa escravizada àquela época.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMARAL, Amadeu. O dialeto caipira. São Paulo: Casa Editora O Livro,1920.

BIOBAKU, Saburi. The Egba and their neigbours: 1842-1872.Oxford: Claredon Press, 1957.

CAMARA JR., Joaquim Mattoso. Princípios de lingüística geral, 2a. edição. Rio de Janeiro : Livraria Acadêmica, 1954.

CASTRO, Yeda Pessoa de. Os falares africanos na interação so do Brasil Colônia.Salvador, Centro de Estudos Baianos/UFBA, nº 89, 1980, 200.

CASTRO, Yeda Pessoa de. A língua mina-jeje no Brasil:um falar africano em Ouro Preto do século XVIII. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro (Coleção Mineiriana), 2002.

CASTRO, Yeda Pessoa de. Falares africanos na Bahia: um vocabulário afro-brasileiro. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Letras/ Topbooks Editora, 2001/0 3. GREENBERG, Joseph . The languages of Africa. Bloomington: Indiana University, 1966.

GUTHRIE, Malcolm . The classification of the Bantu Languages. London, Oxford University Press, 1948.

LIMA, Vivaldo da Costa. A família-de-santo jeje-nagô nos candomblés da Bahia: um estudo de relações intragrupais. Salvador: Corrupio, 2003.

MACHADO FILHO, Aires da Matta. O negro e o garimpo em Minas Gerais. São Paulo: Editora Itatiaia/USP, 1948.

MATOS, Gregório de. Obras completas.Rio de Janeiro:Livraria Garnier, 1910.

PEREIRA, Nuno Marques. Compêndia narrativo do peregrino da América. Rio deJaneiro: Academia Brasileira de Letras, 1939.

QUEIROZ, Sônia. Pé preto no barro branco: a língua dos negros de Tabatinga. Belo Horizonte: EDUFMG, 1998.

RODRIGUES, Aryon Dall`Igna. As línguas gerais sulamericanas, em Papia 4:2: 6-18, 1996.

RODRIGUES, J. B. Poranduba Amazonense. I n: Annaes da BibliothecNacional do Rio de Janeiro, 1886-1887. Rio de Janeiro: Typ. De G. Leuzinger & Filhos, v. 14, p.132, 1890.

SILVA NETO, Serafim da. Introdução ao estudo da língua portuguesa no Brasil. Rio de Janeiro: INL/MEC, 1963.

Publicado
2016-07-29
Seção
Artigos