A εἰκαστική no Sofista de Platão

  • Lethicia Ouro de Oliveira PUC-Rio

Abstract

No diálogo Sofista de Platão, os personagens Estrangeiro e Teeteto estão à caça da definição do sofista. Ambos concordam em que o sofista produz imitações, ficções. Seguindo o método dialético, será preciso responder: que tipo de imitação é produzido pela sofística? Para isso, o Estrangeiro divide a mimética em εἰκαστική e φανταστική. Essa divisão, feita sem grandes explicações, gerou, contudo, bastante controvérsia na tradição comentarista. Nesse texto pretendemos esclarecer o sentido de um desses gêneros miméticos, a εἰκαστική, por meio de uma reflexão sobre algumas leituras propostas por diferentes comentadores. Dessa forma, ser-nos-á possível compreender o texto do Sofista com maior acuidade e, também, direcionamo-nos para uma visão cada vez mais clara da própria filosofia tal como realizada nos diálogos platônicos.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Lethicia Ouro de Oliveira, PUC-Rio

Doutoranda na PUC-Rio

Professora do Colégio Pedro II

Published
2014-07-14
How to Cite
Oliveira, L. (2014). A εἰκαστική no Sofista de Platão. Archai: The Origins of Western Thought, (13), 53. Retrieved from http://periodicos.unb.br/index.php/archai/article/view/8483