Filosofia e mistérios:

leitura do proêmio de Parmênides

  • Alberto Barnabé Universidade Complutense de Madrid

Abstract

Tem-se analisado, recorrentemente, a influência de Homero e de Hesíodo no proêmio do poema de Parmênides. As possíveis influências da poesia órfica tem sido apenas consideradas. Todavia, diversas descobertas de textos órficos aconselham voltar a analisar os vestígios da tradição mistérica, em geral, e órfica, em particular, no poema do filósofo de Eléia, sem minimizar, com isso, as outras influências já postas em relevo. O autor assinalou, em um trabalho anterior, algumas conexões entre Parmênides e os textos órficos; neste artigo, a análise se centra nos pontos de contato com ideias e imagens literárias dos Mistérios que se encontram no proêmio. Não se trata de determinar as crenças do filósofo, senão de situar, no âmbito da tradição, os conteúdos doutrinais e/ou poéticos expressados nesta parte fundamental do seu poema, para fazer ver o que têm de poderosamente originais e, em consequência, tratar de determinar o significado do proêmio no conjunto da obra.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Alberto Barnabé, Universidade Complutense de Madrid
Alberto Bernabé é actualmente professor de filologia grega na Universidade Complutense de Madrid, Espanha.
Published
2013-06-02
How to Cite
BarnabéA. (2013). Filosofia e mistérios:. Archai: The Origins of Western Thought, (10), 37. Retrieved from http://periodicos.unb.br/index.php/archai/article/view/8363