Santo Agostinho e o “problema dos futuros contingentes”

  • Marcos Roberto Nunes Costa Universidade Federal de Pernambuco

Abstract

Um dos problemas recorrentes na História da Filosofia Ocidental é o “problema dos futuros contingentes”, que tem seu início em Aristóteles, mas que atingiria vários pensadores até à Modernidade. Durante esse longo percurso, a problemática foi levantada de diversas formas, dentre essas, na Filosofia Medieval, de cunho cristã, em que o problema aparece de forma implícita nos debates acerca do suposto conflito entre a Providência divina e a liberdade humana. E dentre os pensadores medievais, destaca-se Santo Agostinho, o qual será objeto de estudo do presente artigo.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Marcos Roberto Nunes Costa, Universidade Federal de Pernambuco
Professor de Filosofia Medieval da UFPE, atual Presidente da Sociedade Brasileira de Filosofia Medieval – SBFM  
Published
2013-06-02
How to Cite
CostaM. R. N. (2013). Santo Agostinho e o “problema dos futuros contingentes”. Archai: The Origins of Western Thought, (10), 11. Retrieved from http://periodicos.unb.br/index.php/archai/article/view/8360