Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A ARCHAI: Revista de Estudos sobre as Origens do Pensamento Ocidental é uma publicação semestral da Cátedra UNESCO Archai: as Origens do Pensamento Ocidental, grupo interdisciplinar e interinstitucional que congrega pesquisadores das áreas de filosofia, história, letras, direito e arqueologia de diversas instituições universitárias brasileiras. Destina-se à divulgação de artigos originais, traduções, resenhas e documentos, sobre estudos a respeito do pensamento antigo e de sua tradição para o pensamento moderno e contemporâneo, redigidos em português, espanhol, inglês, francês, italiano e alemão.

A revista ARCHAI tem como intenção lançar um diferente olhar sobre a história e as origens do pensamento ocidental, em busca de novos caminhos de interpretação que permitam compreender suas origens como um processo enraizado no solo da cultura Greco-romana antiga.

 

Políticas de Seção

Artigos

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê

Eis um modelo para esta secção (Archai nº15):

Apresentação Dossiê: Heráclito e(m) Platão. Estudos sobre a presença do heraclitismo nos diálogos platônicos.

 

Editores
  • Archai Journal
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Tradução

Eis um modelo para esta seção (Archai nº15):

As Suplicantes de Eurípides (vv. 42-86)

 

 

 

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Resenhas de obras recentes (o livro resenhado terá sido publicado nos últimos anos antes da publicação da resenha)

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Nota

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

A revisão e a aprovação das contribuições é realizadas por pares. O processo de arbitragem é documentado nos arquivos da Revista Archai (na Universidade de Brasília, na sede do Grupo Archai). As contribuições são encaminhas pela Comissão Editorial para a Comissão Científica e para avaliadores externos ad hoc. A avaliação dos artigos submetidos é feita pela modalidade blind-review.

 

Periodicidade

A revista é publicada quadrimestralmente, nos meses de Janeiro-Abril, Maio-Agosto e Setembro-Dezembro.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre, gratuito e imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização do conhecimento em nível internacional.

Assim, não será aplicada qualquer taxa quer a leitores, quer a autores.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Indexação

  • Indexação

Archai está catalogada no Web of Science (Thomson Reuters/ESCI), L’Année PhilologiquePhilosopher‘s Index European Reference Index for the Humanities and Social Sciences (ERIH Plus), DOAJ, Phil Brasil, Latindex, Cengage Learning, Google Schoolar, BASE, PKP Index e no Portal de Periódicos da CAPES. Recebeu avaliação de fator de impacto 5.171 no Scientific Journal Impact Factor.

 

Próximos Artigos

En torno a la φύσις. ¿Qué entendían los griegos por φυσικός?

Alberto Bernabé Pajares

 

O conceito estoico de phantasía: de Zenão a Crisipo

Aldo Lopes Dinucci

 

Commilito et vir militaris: aspectos bélicos da exaltação do imperador romano em Plínio, o jovem

Alex Aparecido da Costa, Renata Lopes Biazotto Venturini

 

Invisible cities: utopian spaces or imaginary places?

Ana Martins

 

The concept of the Sun as ἡγεμονικόν in the Stoa and in Manilius’ Astronomica

Eduardo Murtinho Braga Boechat

 

Chi respira e odora secondo Empedocle? Sul "panta" del fr. 96.1 Gallavotti

Enrico Piergiacomi

 

 

Da ignorância ao conhecimento: uma leitura foucaultiana de Édipo-rei

From ignorance to knowledge: a foucault’s reading of Oedipus, the king

Fabiano Incerti

 

 

O Proêmio da Metafísica de Aristóteles: uma interpretação de Metaph. A1

Guilherme Cecílio

 

Platão e a definição tradicional de conhecimento

Jose Lourenco Pereira da Silva

 

 

A imagem do 'kinaidos' no Górgias de Platão

The 'kinaidos' image in Plato’s Gorgias

Luiz Eduardo Freitas


Melisso critico di Parmenide

Massimo Pulpito

 

Tum longas condimus iliadas: a Helena de Propércio

Paulo Martins

 

Sobre a dificuldade de compreender o sentido de movimento em Aristóteles

Rafael Mello Barbosa

 

Metis and violence in Machiavellian political theory

Regina Maria da Cruz Queiroz

 

Some notes on Sextus Empiricus' method of approaching the téchnai

Rodrigo Pinto de Brito, Alexandre Arantes Pereira Skvirsky, Lauro Iane de Morais

 

La memorización de las epítomes en la comunidad epicúrea y la redefinición de la praxis filosófica

Rodrigo Sebastián Braicovich

 

A questão da acrasia na filosofia de Platão

Zoraida Feitosa

 

Metamorfoses do logos: do não-predicativo ao predicativo

Metamorphoses of logos: from non-predicative to predicative

José Gabriel Trindade Santos

 

 

 

RESENHAS

Resenha: Anderson, Peter J. (2015). Seneca: selected dialogues and consolations. Indianapolis; Cambridge, Hackett Publishing Company.

Aldo Lopes Dinucci

Souza Pereira, R. H. Na senda da razão: filosofia e ciência no Medievo judaico. Perspectiva

Juvenal Savian Filho