A contribuição da literatura infantil no desenvolvimento da criança: um estudo de caso no Projeto Literatura da Biblioteca do SESC DOCA

Marise Teles Condurú, Ana Cristina da S. Santos

Resumo


Estudo sobre a importância da contação de história realizada em projetos de literatura, com o objetivo de analisar a contribuição da literatura infantil no desenvolvimento cognitivo da criança, por meio da investigação do Projeto Literatura da Biblioteca do Serviço Social do Comércio (SESC) Doca, no estado do Pará. Trata de pesquisa bibliográfica e exploratória acerca da literatura infantil e sua contribuição para o desenvolvimento da criança, e das várias formas de disseminação da literatura. A abordagem é qualitativa. Realiza estudo de caso, sendo avaliado o Projeto Literatura da Biblioteca do SESC Doca, no município de Belém/Pará, por meio de entrevistas com os envolvidos no Projeto. Os resultados apontam para as vantagens que o Projeto proporciona às crianças, com avaliação positiva dos entrevistados em relação à iniciativa da Biblioteca do SESC Doca em disponibilizar à comunidade: conhecimento, informação e entretenimento, com destaque para as crianças que reagem favoravelmente aos encontros do Projeto. Conclui que o Projeto Literatura do SESC Doca tem contribuído para o desenvolvimento cognitivo das crianças que dele participam, ratificando a importância desse tipo de iniciativa. 


Palavras-chave


Biblioteca; Contação de história; Desenvolvimento cognitivo; Literatura infantil; Serviço Social do Comércio.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMOVICH, Fanny. Literatura infantil: gostosuras e bobices. São Paulo: Scipione, 1989.

ALBINO, Lia Cupertino Duarte. A literatura infantil no Brasil: origem, tendências e ensino. Disponível em: http://docplayer.com.br/8682229-A-literatura-infantil-no-brasil-origem-tendencias-e-ensino.html Acesso em: 6 jun. 2017.

AMARILHA, Marly. Alice que não foi ao país das maravilhas: educar para ler ficção na escola. São Paulo: Livraria da Física, 2013.

BUSATTO, Cléo. Contar e encantar: pequenos segredos da narrativa. 5. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

CAVÉQUIA, Marcia A. Paganini. Breve panorama da literatura infantil e juvenil no Brasil. Disponível em: http://www.abrale.com.br/wp-content/uploads/breve-panorama.pdf Acesso em: 7 jun. 2017.

COELHO, Nelly Novaes. Literatura infantil: teoria, análise, didática. São Paulo: Moderna, 2000.

CONFESSOR, Rosinete de Sales Gomes. A literatura infantil como recurso de inclusão social nas escolas. Disponível em: http://editorarealize.com.br/revistas/cintedi/trabalhos/Modalidade_1datahora_10_11_2014_09_57_00_idinscrito_1510_c3564b3858d541e73778b636cc883d73.pdf Acesso em: 30 jun. 2017.

CRISTÓFANO, Sirlene. A literatura e as novas tecnologias: a formação de leitores ativos em múltiplos suportes. Disponível em: http://www.ufjf.br/darandina/files/2010/12/A-Literatura-e-as-Novas-Tecnologias-A-Forma%C3%A7%C3%A3o-de-Leitores-Ativos-em-M%C3%BAltiplos-Suportes.pdf Acesso em: 24 mar. 2016.

CUNHA, Maria Antonieta Antunes. Literatura infantil: teoria e prática. 18. ed. São Paulo: Ática, 2006.

DINIZ, Patrícia. Uma caixa que ajuda a narrar histórias. Revista Nova Escola, n. 190, p. 26, mar. 2006.

FERNANDES, Priscila Dantas. O mundo encantado da literatura infantil: práticas pedagógicas para formação de leitores. In: SEMINÁRIO NACIONAL LITERATURA E CULTURA, 4., São Cristóvão, 2012. Anais eletrônicos. São Cristóvão: GELIC/UFS, 2012. 11 p. Disponível em: http://docplayer.com.br/7494438-O-mundo-encantado-da-literatura-infantil-praticas-pedagogicas-para-formacao-de-leitores.html Acesso em: 25 ago. 2017.

FRANTZ, Maria Helena Zancan. O ensino da literatura nas séries iniciais. 3. ed. Ijuí, RS: UNIJUI, 2001.

GASPAR, Pedro João. O milénio de Gutenberg: do desenvolvimento da imprensa à popularização da ciência. Disponível em: https://iconline.ipleiria.pt/bitstream/10400.8/112/1/O%20Mil%C3%A9nio%20de%20Gutenberg%20-do%20desenvolvimento%20da%20Imprensa%20%C3%A0.pdf Acesso em: 3 jun. 2016.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projeto de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GÓES, Lúcia Pimentel. Introdução à literatura infantil e juvenil. São Paulo: Pioneira, 1984.

GOLDSCHMIED, Elinor; JACKSON, Sonia. Educação de 0 a 3 anos: o atendimento em creche. Porto Alegre: Grupo A, 2006.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação e educação infantil: um olhar sensível e reflexivo sobre a criança. Porto Alegre: Mediação, 2012.

LOBATO, Monteiro. Conferências, artigos e crônicas. São Paulo: Brasiliense, 1964.

MEIRELES, Cecília. Problemas da literatura infantil. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

MELO, Francilene Lima de; LIMA, Enir Ferreira. A contribuição do lúdico para o desenvolvimento da leitura na pré-escola. Disponível em: http://www.inicepg.univap.br/cd/INIC_2011/anais/arquivos/RE_0794_1103_01.pdf Acesso em: 10 ago. 2016.

NEDER, Divina Lúcia de Souza et al. Importância da contação de história como prática educativa no cotidiano escolar. Pedagogia em Ação, v. 1, n. 1, p. 1-141, jan./jun. 2009. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/pedagogiacao/article/view/648/662 Acesso em: 20 ago. 2016.

PAULA, Flávia Ferreira de; FERNANDES, Célia Regina Delácio. Políticas públicas de leitura e formação de leitores: um estudo do projeto literatura em minha casa. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/277125181_POLITICAS_PUBLICAS_DE_LEITURA_E_FORMACAO_DE_LEITORES_UM_ESTUDO_DO_PROJETO_LITERATURA_EM_MINHA_CASA Acesso em: 20 mar. 2017.

OLIVEIRA, Marlene Panarali. Literatura e escola: concepções e práticas: contando e encantando. 2010. 61 f. Artigo Científico, Programa de Desenvolvimento Educacional, Universidade Estadual de Maringá. Maringá/PR, 2010. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2010/2010_uem_port_artigo_marlene_panarali_de_oliveira.pdf Acesso em: 13 ago. 2017.

ORELO, Eliane Rodrigues Mota; VITORINO, Elizete Vieira. Competência informacional: um olhar para a dimensão estética. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 17, n. 4, p. 41-56, out./dez. 2012. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/1614/1066 Acesso em: 4 ago. 2016.

PAIVA, Sílvia Cristina Fernandes; OLIVEIRA, Ana Arlinda. A literatura infantil no processo de formação do leitor. Caderno de Pedagogia, São Carlos, v. 4, n. 7, p. 22-36, jan./jun. 2010.

PAPALIA, Diane E; OLDS, Sally Wendkos; FELDMAN, Ruth Duskin. Desenvolvimento humano. 8. ed. Porto Alegre, RS: Artmed, 2006.

PAÇO, Glaucia Machado de Aguiar. O encanto da literatura infantil no cemei CARMEM montes paixão. 2009. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Curso de Especialização), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Mesquita/RJ, 2009. Disponível em: http://www.ufrrj.br/graduacao/prodocencia/publicacoes/desafios-cotidianos/arquivos/integra/integra_PACO.pdf Acesso em: 10 jun. 2016.

PONTES, Oziane de Souza. A leitura do livro infantil na sala de aula. 2014. 21 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Curso de Letras) - Departamento de Letras e Educação, Universidade Estadual da Paraíba. Guarabira/PB, 2014. Disponível: http://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/bitstream/123456789/3364/1/PDF%20-%20Oziane%20de%20Pontes%20Souza.pdf Acesso em: 27 fev. 2016.

PROJETO CASA DA CRIANÇA. Quem somos. Disponível em: http://www.projetocasadacrianca.com.br/ Acesso em: 24 ago. 2016.

RABELLO, Elaine; PASSOS, José Silveira. Vygotsky e o desenvolvimento humano. Disponível em: http://www.josesilveira.com/artigos/vygotsky.pdf Acesso em: 29 jul. 2016.

SANTOS, Célia de Jesus. A contribuição da literatura infantil na formação do pré-leitor no centro municipal de educação infantil Dr. Álvaro da Franca Rocha. 2009. 61 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Curso de Pedagogia) - Departamento de Educação, Universidade do Estado da Bahia. Salvador, 2009. Disponível em: http://www.uneb.br/salvador/dedc/files/2011/05/Monografia-CELIA-DE-JESUS-SANTOS.pdf Acesso em: 10 ago. 2016.

SERGIO, Ricardo. O poeta Rapsodo: estudos literários. Disponível em: http://www.recantodasletras.com.br/teorialiteraria/2067832 Acesso em: 4 jul. 2016.

SESC. Biblioteca. Proposta de realização na atividade nº 19/2016. Belém, PA: SESC, 2016.

SILVA, Aline Luiza da. Trajetória da literatura infantil: da origem histórica e do conceito mercadológico ao caráter pedagógico na atualidade. Revista Eletrônica de Graduação do Univem, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 135-149, jul./dez. 2009. Disponível em: http://revista.univem.edu.br/REGRAD/article/view/234 Acesso em: 30 maio 2017.

SILVA, Ariane Lourenço da. Literatura infantil: qual a sua contribuição para o desenvolvimento da literatura nas séries iniciais? Revista Soletras, Rio de Janeiro, n. 16, p. 31-39, jul./dez. 2008. Disponível em: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/soletras/article/view/5007 Acesso em: 3 ago. 2016.

TRIVINOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 2008.

VAZ, Michelle. As concepções de Piaget sobre a aprendizagem. Disponível em: http://www.psicologiamsn.com/2013/03/as-concepcoes-de-piaget-sobre-aprendizagem-etapas-do-desenvolvimento-cognitivo.html Acesso em: 12 mar. 2016.

VYGOTSKY, L. S. O desenvolvimento psicológico na infância. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

ZILBERMAN, Regina. A literatura infantil na escola. Porto Alegre: Global, 1981.




Revista Ibero-americana de Ciencia de la Información (RICI)
ISSN 1983-5213
Uma publicação da Universidade de Brasília - UnB
Todos os trabalhos publicados aqui estão sob uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

CC-BY-NC

 

Siga-nos pelas redes sociais ... 

@riciunb

@riciunb