Preservação de objetos acessíveis em bibliotecas digitais e os aspectos de vulnerabilidades

Christiane Gomes dos Santos, Wagner Junqueira de Araújo

Resumo


As bibliotecas digitais são serviços constituídos por recursos técnicos e humanos que possibilitam a seleção, organização, armazenamento, preservação e compartilhamento de informações para comunidades, organizações e grupos específicos. Estudos acerca dessas bibliotecas apontam diversas aplicabilidades para o desenvolvimento de suas implantações. Esta pesquisa teve como objetivo conhecer as vulnerabilidades existentes em bibliotecas digitais voltadas para usuários com deficiência visual. Para tanto, estabeleceu-se uma metodologia que procurou identificar e analisar os tipos de vulnerabilidades existentes no contexto das bibliotecas digitais acessíveis, com base em aplicações de testes de penetração e especificação de níveis de riscos com a utilização da ferramenta Netsparker 3.1 em bibliotecas que utilizam plataformas de gerenciamento de objetos digitais. A pesquisa ocorreu em âmbito brasileiro, nas seguintes bibliotecas: Biblioteca Digital e Sonora da Universidade de Brasília (BDS/UnB), Biblioteca Digital Acessível do Ministério da Educação (BDA/MEC) e o Repositório de Informação Acessível da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (RIA/UFRN), evidenciando a importância de avaliações de riscos, e a elaboração de estratégias para o fortalecimento dos mecanismos de defesa para eventuais ameaças a que estejam expostas essas bibliotecas.


Palavras-chave


Bibliotecas digitais; Deficiente visuais; Estudo de usuários; Objeto digital acessível; Preservação digital; Usuários com deficiência visual; Vulnerabilidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ASSUNÇÃO, M. F. A. Segredos do hacker ético. 3. ed. Florianópolis: Visual Books, 2010.

BARROSO, I.; AZEVEDO, M. Repositórios Temáticos U. Porto: manual de procedimentos para a criação de bibliotecas digitais em DSpace. Porto: Universidade do Porto, 2010.

BOERES, S. A. A. Política de preservação da informação digital em bibliotecas universitárias brasileiras. 2004. 180 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade de Brasília, Brasília, 2004.

BORGES, J. A. S. Do braille ao DOSVOX: diferenças nas vidas dos cegos brasileiros. 2009. 343 f. Tese (Doutorado em Ciências em Engenharia de Sistemas e Computação) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009.

ARQUIVO NACIONAL. AN Digital: política de preservação digital. Brasília: Arquivo Nacional, 2012.

BOTÉ, J.; MINGUILLÓN, J. Preservación de objetos de aprendizaje en repositorios digitales. RUSC: Revista de Universidad y Sociedad del Conocimiento, v. 9, n. 1, p. 22-35, 2012.

CAMARGO, L. S. A.; VIDOTTI, S. A. B. G. Arquitetura da informação para biblioteca digital personalizável. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, p. 103-118, jul. 2006. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2006v11nesp1p103

CASTAGNÉ, M. Institutional repository software comparison: DSpace, EPrints, Digital Commons, Islandora and Hydra. University of British Columbia, 2013.

CARVALHO, M. M. G. R. O Repositório aberto: recuperar, preservar e difundir o conhecimento “em qualquer lugar do mundo”. 2009. 278 f. (Mestrado em Ciências Documentais) – Universidade Autónoma de Lisboa, Lisboa, 2009.

CHRISTENSEN, L. B.; STEVNS, T. Biblus: a digital library to support integration of visually impaired in mainstream education. In: MIESENBERGER, K. et al. (ed.) Computers Helping People with Special Needs. ICCHP 2012. Lecture Notes in Computer Science, v. 7382. Berlin, Heidelberg: Springer, 2012. p. 36-42.

CRAVEN, J.; BROPHY, P. Non-Visual Access to the Digital Library (NoVA): the use of the digital library interfaces by blind and visually impaired people. Manchester: Centre for Research in Library & Information Management, Manchester Metropolitan University, 2003.

FERREIRA, M. F. T.; ROCHA, T. S.; MARTINS, G. B.; FEITOSA, E.; SOUTO, E. Análise de vulnerabilidades em sistemas computacionais modernos: conceitos, exploits e proteções. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO EM SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E DE SISTEMAS COMPUTACIONAIS, 12., 2012, Curitiba. Anais... Curitiba: Sociedade Brasileira de Computação, 2012.

GOLUB, K. Digital libraries and the blind and visually impaired. In: CARNET USERS CONFERENCE, 4., 2002, Zagreb. Anais... Zagreb, 2002.

KARMAKAR, G. S.; DAS, R.; THAKURIA, J. Institutional repositories in India: a comparative study of Dspace and Eprints. In: CONVENTION PLANNER, 7., 2010, Assam. Anais... Assam, 2010.

MADALLI, D. P.; BARVE, S.; AMIN, S. Digital preservation in open-source digital library software. Journal of Academic Librarianship, v. 38, n. 3, p. 161-164, 2012.

LIMA, F. C. R.; LIMA, M. G. Preservação digital da informação científica: uma análise de risco em repositórios institucionais brasileiros. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 13., 2012, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Fiocruz, 2012.

MORESI, E. Metodologia da pesquisa. Brasília: UCB, 2003.

NETSPARKER LTD. Netsparker: web application security scanner. Uxbridge: Finance House, 2013.

NOGUEZ-ORTIZ, A. Evaluación de las bibliotecas digitales: su teoría y modelos. Investigación Bibliotecológica, v. 24, n. 52, p. 97-115, 2010.

OLIVEIRA, R. R.; CARVALHO, C. L. Bibliotecas digitais e o repositório Fedora. Goiânia: Instituto de Informática/UFG, 2011.

PINHO, M. F. A. Modelo de replicação para a preservação de dados em repositórios. 2012. 91 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Informática e Computação) – Universidade do Porto, Porto, 2012.

SALARELLI, A. O documento digital. In: TAMMARO, A. M; SALARELLI, A. A biblioteca digital. Brasília: Briquet de Lemos, 2008.

SAMPIERI HERNÁNDEZ, R.; COLLADO FERNÁNDEZ, C.; LUCIO BAPTISTA, P. Metodologia de pesquisa. São Paulo: McGraw-Hill, 2006.

SILVA, A. K. A.; CORREIA, A. E. G. C.; LIMA, I. F. O conhecimento e as tecnologias na sociedade da informação. Revista Interamericana de Bibliotecologia, v. 33, n. 1, p. 214-239, 2010.

TAMMARO, A. M. O documento digital. In: TAMMARO, A. M; SALARELLI, A. A biblioteca digital. Brasília: Briquet de Lemos, 2008.

VIANA, C. L. M.; MÁRDERO ARELLANO, M. A. Repositórios institucionais baseados em DSpace e EPrints e sua viabilidade nas instituições acadêmico-científicas. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 14., 2006, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: UFBA, 2006.

WEI, Z.; LIRONG, S.; CHUNMING, L. An analysis of the development of China digital library for visual impairment website. The Electronic Library, v. 30, n. 6, p. 756-763, 2012.

YATACO MARÍN, R. M. Servicios bibliotecarios para personas con discapacidad visual: el caso de la Sala para Invidentes “Delfina Otero Villarán” de la Gran Biblioteca Pública de Lima. 2009. 94 f. Informe professional para optar el Título de Licenciado en Bibliotecología y Ciencias de la Información – Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Lima, 2009.