Memória e identidades musicais paraenses em Luiza Camargo

Palavras-chave: Luiza Camargo, Arquivo pessoal, Memória, Identidades

Resumo

O presente artigo apresenta recorte dos resultados da pesquisa intitulada “Memória musical paraense: Luiza Camargo”. A pesquisa tem como objetivo desenvolver investigação sobre a memória musical em Belém do Pará e contribuir com a escrita da história da música e da educação musical local. Trata-se de investigação no contexto da história da música e da educação musical, a partir de documentos encontrados no arquivo pessoal da professora, pianista e compositora paraense Luiza Camargo (1934 – 2017). Por meio de estudo de um arquivo pessoal é possível reconstituir a memória e a identidade de um indivíduo e de seu grupo social. Isto porque o arquivo é uma construção de alguém sobre si mesmo e direta ou indiretamente sobre o universo no qual se insere. Os resultados aqui apresentados revelam a memória das práticas musicais e de educação musical dos contextos por onde Luiza Camargo circulou e, como efeito, suas identidades como professora, pianista e compositora. Espera-se, por meio deste escrito, colaborar para a compreensão de algumas dentre as identidades musicais locais construídas a partir de uma memória musical, em Belém do Pará.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lia Braga Vieira, Universidade Estadual do Pará

Lia Braga Vieira possui graduação em Licenciatura Plena em Letras pela Universidade Federal do Pará (1986), Especialização em Educação Musical pelo Conservatório Brasileiro de Música (1987), Mestrado em Educação Musical pelo Conservatório Brasileiro de Música (1992), Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2000) e Pós-doutorado em Educação Musical (2012) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. É professora do Departamento de Artes da Universidade do Estado do Pará e aposentada do Programa de Pós-graduação em Artes da Universidade Federal do Pará, onde também desenvolveu atividades como membro da equipe de editores científicos da Revista ARTERIAIS. Na gestão, atuou como Diretora Adjunta do ICA/UFPA (2006-2010), como Coordenadora Operacional dos MINTERs em Música USP/UFPA (2001-2003) e UFBA/UFPA (2008-2010), como Vice-coordenadora do PPGARTES/ICA/UFPA (2012-2014) e como Coordenadora do PROF-ARTES/UFPA (2014-2015). Desenvolve pesquisa na área Educação Musical há cerca de três décadas, que resultaram em publicações em livros e periódicos nacionais.

Referências

Bauman, Zygmunt. 2005. Identidade: entrevista a Benedetto Vecchi. Traduzido por Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar.

Bellotto, Heloísa Liberalli. 2002. Arquivística. Objetos, princípios e rumos. São Paulo: Associação de Arquivistas de São Paulo.

Camargo, Luiza. 2013. Pequenas peças para piano. 2. ed. rev. e ampl. Belém: EDUFPA.

Candeau, Joël. 2011. Memória e identidade. Traduzido por Maria Leticia Ferreira. São Paulo: Contexto.

Halbwachs, Maurice. 1990. A memória coletiva. Traduzido por Laurent Léon Schaffter. São Paulo: Vértice.

Heymann, Luciana. 2013. Arquivos pessoais em perspectiva etnográfica. In Arquivos pessoais: reflexões multidisciplinares e experiências de pesquisa, organizado por Isabel Travancas, Joëlle Rouchou, Luciana Heymann, 67-76. Rio de Janeiro: Editora FGV.

Nedel, Letícia Borges. 2013. Da sala de jantar à sala de consultas: o arquivo pessoal de Getúlio Vargas nos embates da história política recente. In Arquivos pessoais: reflexões multidisciplinares e experiências de pesquisa, organizado por Isabel Travancas, Joëlle Rouchou, Luciana Heymann, 131-163. Rio de Janeiro: Editora FGV.

Nora, Pierre. 1993. Entre memória e história. A problemática dos lugares. Proj. História 10: 7-28.

Palmeira, Miguel Soares. 2013. Arquivos pessoais e história da história: a propósito dos Finley Papers. In Arquivos pessoais: reflexões multidisciplinares e experiências de pesquisa, organizado por Isabel Travancas, Joëlle Rouchou, Luciana Heymann, 79-99. Rio de Janeiro: Editora FGV.

Pereira, Marcus Vinícius Medeiros. 2014. Licenciatura em música e habitus conservatorial: analisando o currículo. Revista da ABEM 22 (32): 90-103.

Vieira, Lia Braga. 2001. A construção do professor de música: o modelo conservatorial na formação e atuação do professor de música em Belém do Pará. Belém: Cejup.

Vieira, Lia Braga, e Luís Carlos Santos da Costa. 2018. Práticas musicais e de educação musical sinalizadas em programas de concerto do arquivo pessoal da pianista, professora e compositora paraense Luiza Camargo. In XXVIII Congresso da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música, 1-8. Universidade Federal do Amazonas. Manaus.

Remo 100%. “Vídeo de ‘vovó azulina’ no piano viraliza na internet”. Diário Online, 24 julho 2015. Disponível em https://www.remo100porcento.com/video/2015/video-de-vovo-azulina-no-piano-viraliza-na-web, acessado em 01 junho 2019.

Publicado
2019-07-04
Como Citar
Vieira, Lia. 2019. Memória E Identidades Musicais Paraenses Em Luiza Camargo. Música Em Contexto 13 (1), 80-92. http://periodicos.unb.br/index.php/Musica/article/view/26589.
Seção
Artigos