Instrumentos musicais em taxonomias locais

o caso dos instrumentos de cordas do Sri Lanka como percebidos através de fontes da internet

Palavras-chave: Culturas de conhecimento, Recursos on-line, Instrumentos musicais, Sri Lanka, Ravanhatta

Resumo

Sendo um país predominantemente budista desde 300 A.C., durante muito tempo o clero do Sri Lanka não permitiu instrumentos de cordas, pois fontes budistas disseram que ouvir ou tocar vina (alaúde) poderia causar renascimento e atrapalhar o caminho para o Nirvana. No entanto, a filosofia hindu promove instrumentos de cordas através de imagens e estátuas de deuses e deusas. É interessante observar como os instrumentos musicais foram categorizados nas culturas hindu e budista da Índia e do Sri Lanka ao longo da história até hoje, à medida que diminuiu o papel orientador dos clérigos e a internet globalizada oferece outros instrumentos musicais que são utilizados ou modificados para muitos propósitos até então desconhecidos. Esta pesquisa visa uma análise histórica dos instrumentos musicais utilizados no Sri Lanka, vistos através de diferentes perspectivas, como visões políticas, religiosas ou mitológicas. Também foi inclusa a maneira como eles são atualmente apresentados em fontes de Internet não institucionais. O sistema de valores que promove instrumentos de cordas como um sinal de desenvolvimento musical forma o pano de fundo de reflexões em requerimentos de internet que lidam com instrumentos musicais. Um exemplo é a promoção do ravanhatta, uma espécie de rabeca (violino), que é imprecisamente apresentado como o “primeiro violino” do mundo. Por meio de entrevistas com professores de música e pessoas que fornecem serviços de internet, a complexidade deste problema pode ser claramente abordado. Como resultado, será oferecida uma visão alternativa dos instrumentos musicais usados na cultura do Sri Lanka.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Chinthaka Prageeth Meddegoda, University of Visual and Performing Arts in Colombo

Chinthaka Prageeth Meddegoda, PhD, professor de música do norte da Índia na Universidade de Artes Visuais e Performáticas de Colombo, concluiu seu doutorado na Universiti Putra Malaysia (UPM), orientado por Gisa Jähnichen sobre música popular e tradicional na Malásia, bem como sobre questões gerais da sociedade humana, filosofia e estudos culturais. Sua experiência em música vocal hindustani foi adquirida no Bhathkhande Music College e na Banaras Hindu University, na Índia. Durante seus estudos de pós-graduação, ele foi coeditor da série de livros sobre Pesquisa Musical da UPM e foi o arquivista responsável pela Coleção de Pesquisas Audiovisuais de Artes Cênicas do Departamento de Música da UPM. Ele publicou numerosos artigos sobre vários tópicos em etnomusicologia e participou de conferências internacionais como participante ativo. Além disso, como cantor de música clássica hindustani, ele está frequentemente se apresentando no Sri Lanka e no exterior. É membro do ICTM desde 2013 e membro do conselho editorial da série de livros do grupo de estudos Studia Instrumentorum Musicae Popularis (Nova Série).

Referências

Asiatic Society of Bengal. 1799. Asiatic researches or transactions of the Society instituted in Bengal, for inquiring into the history and antiquities, the arts, sciences, and literature, of Asia 3. Asiatic Society of Bengal. J. Sewel.

Bor, Joep. 1986. “The Voice of the Sarangi: An Illustrated History of Bowing in India”. National Centre for the Performing Arts Quarterly Journal 15 (3, 4), Bombay.

Bulletin of the Madras Museum. 1956. Vol. 4. New Series.

Engel, C. 1874. Catalogue of Musical Instruments in the South Kensington Museum. London.

Fetis, F. J. 1869. Histoire Generale de la Musique. Paris: Firmin Didot frères, fils et cie.

Herath, Uthpala, and Anusha Gajaweera. 2015. “Violin Reflects the Impact: A Music Iconological Study through the 19th and 20th Century Buddhist Temple Murals in Sri Lanka Under the British Colonialism”. In International Conference on Interdisciplinary Research and Development, 272–80. Chiangmai, Thailand.

Heron-Allen, Edward. 1885. Violin-making: as it was and is, being a historical, theoretical, and practical treatise on the science and art of violin-making, for the use of violin makers and players, amateur and professional. London: Ward, Lock, and Co.

Hubele, Michelle. 2007. “Lessons on Devotion: A Convergence of Christian and Hindu Religiosity”. Boston College Undergraduate Research Journal 4 (1): 16–26. https://doi.org/10.6017/eurj.v4i1.9009.

Jered, Patrick. 2015. Finding the Demon’s Fiddle. Tranquebar: Tranquebar Press.

Mahanama.1912. Mahavamsa: the great chronicle of Ceylon. Translated by Wilhelm Geiger e Mabel Haynes Bode. London: Pali Text Society by Oxford Univ.

Pezarkar, Leora. 2017. “Ravanhatta - Of Bards & Villains”. Live History India (blog). December 20, 2017. https://www.livehistoryindia.com/snapshort-histories/2017/12/20/ravanhatta---of-bards-villains. Acessed December 8, 2018.

Sen, Tansen. 2015. “The Spread of Buddhism.” In The Cambridge World History, edited by B. Kedar and M. Wiesner-Hanks, 447–80. Cambridge: Cambridge University Press.

Sonnerat, Pierre. 1782. Voyages Aux Indes et a La Chine. Paris.

Svayambhudeva. 2018. The Life of Padma. Translated by Eva De Clercq. Murty Classical Library of India 17. Cambridge: Harvard University Press.

Swami Prajnanananda. 1981. A Historical Study of Indian Music. New Delhi: Munshiram Manoharlal.

Buddhaghosa. 1930. Samantapāsādikā: Buddhaghosa’s Commentary on the Vinaya Piṭaka. Edited by Takagusu J. and Makoto Nagai. Pali Text Society 3. London: Pali Text Society.

Bāna, Vāmana Bhatta. 1910. Vemabhupala Charitam. Sri Vani Vilas Sanskrit Series. Sri Vani Vilas Press.

Publicado
2018-12-20
Como Citar
Meddegoda, Chinthaka. 2018. Instrumentos Musicais Em Taxonomias Locais. Música Em Contexto 12 (1), 21-33. http://periodicos.unb.br/index.php/Musica/article/view/23509.
Seção
Artigos