Realpolitik e o instrumento militar na vida e na obra do Barão do Rio Branco

  • Helio Franchini Neto Ministério das Relações Exteriores, Instituto Rio Branco
Palavras-chave: História da Política Exterior do Brasil, Barão do Rio Branco, Política Externa da Primeira República, Assuntos de defesa, Militares

Resumo

Esta resenha da biografia “Juca Paranhos, barão do Rio Branco” de Luís Cláudio Villafañe G. Santos (Villafañe, L.C. Juca Paranhos: o Barão do Rio Branco. São Paulo: Companhia das Letras, 2018, 560p) explora a dimensão da utilização de instrumentos de poder na gestão Rio Branco, particularmente a relação entre política externa e defesa. A resenha destaca a formação e atuação de Rio Branco, os quais mostram um hábil operador da realpolitik, de base saquarema, e capaz de utilizar as ferramentas de poder disponíveis, inclusive o poder militar, de acordo com o momento e com as possibilidades de êxito de cada questão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

SANTOS, Luís Cláudio G. Juca Paranhos, o Barão do Rio Branco. São Paulo: Companhia das Letras, 2018. Kindle Edition.

ALSINA Jr., João Paulo. Rio Branco, grande estratégia e poder naval. São Paulo: Editora FGV, 2015.

Publicado
2019-08-08
Como Citar
Franchini NetoHelio. 2019. “Realpolitik E O Instrumento Militar Na Vida E Na Obra Do Barão Do Rio Branco”. Meridiano 47 - Journal of Global Studies 20 (agosto). https://doi.org/10.20889/M47e20004.
Seção
Dossiê