A esfinge reexaminada

o Barão do Rio Branco e a política doméstica

Palavras-chave: Barão do Rio Branco, Política Externa Brasileira na Primeira República, Biografia

Resumo

O  artigo examina a obra “Juca Paranhos” de Luís Cláudio Villafañe, focando nos aspectos relacionados à política doméstica do Barão do Rio Branco.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Amaral, Raimundo Nonato Pecegueiro do. Carta de Pecegueiro do Amaral para Luiz Bartholomeu. Petrópolis, 1˚ de fevereiro de 1904. Reservada. Lata 815. Maço 2. AHI-RJ. 1904.

Carvalho, José Murilo de. Rui Barbosa e a razão clientelista. Dados, v. 43, n. 1, p. 83-117. 2000.

Costa, Júlia. Carta de Júlia Costa para José Maria da Silva Paranhos. Ceará, 3 de abril de 1903. Lata 820. Maço 3. AHI-RJ. 1903.

Duarte, Maria Barbara Belfort. Carta de Maria Barbara Belfort Duarte para José Maria da Silva Paranhos. Ribeirão Preto, 9 de janeiro de 1903. Lata 822. Maço 1. AHI-RJ. 1903.

Edmundo, Luís. O Rio de Janeiro do meu tempo. Brasília: Senado Federal, 2003.

Figueiredo, Lucas. O Tiradentes: uma biografia de Joaquim José da Silva Xavier. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

Franco, Afonso Arinos de Melo. Rodrigues Alves: apogeu e declínio do presidencialismo (2v). Brasília: Senado Federal, 2000.

Freire, Gilberto. Ordem e progresso [6ª edição]. São Paulo: Global Editora, 2004.

Lins, Álvaro. Rio-Branco: (o Barão do Rio Branco): biografia pessoal e história política. São Paulo: Editora Alfa Omega, 1996.

Nabuco, Maurício. Carta de Maurício Nabuco para Samuel Gracie. Roma, 3 de abril de 1946. Textos. AMN-RJ. 1946.

Napoleão, Aloizio. Arquivo do Barão do Rio Branco. Rio de Janeiro: Ministério das Relações Exteriores, 1951.

Paiz, O. Rio Branco. O Paiz, 3 de dezembro de 1902.

Rio Branco, Barão do. De José Maria da Silva Paranhos para Antonio Gonçalves Ferreira. Rio de Janeiro, 18 de dezembro de 1902. 314/1/22. AHI-RJ. 1902a.

Rio Branco, Barão do. De José Maria da Silva Paranhos para Frederico Abrantes. Berlim, 7 de agosto de 1902. Lata 811. Maço 1. AHI-RJ. 1902b.

Rio Branco, Barão do. De José Maria da Silva Paranhos para Lauro Muller. Rio de Janeiro, 18 de dezembro de 1902. 314/1/22. AHI-RJ. 1902c.

Rio Branco, Barão do. Carta de Rio Branco para Adolfo Gordo. Petrópolis, 22 de março de 1904. Lata 825. Maço 2. AHI-RJ. 1904.

Rio Branco, Barão do. Carta do Barão do Rio Branco para Carlos Peixoto. Rio de Janeiro, 28 de fevereiro de 1908. BR RJ AN_Rio. ON. Cor 23.62A. 1908.

Rodrigues, José Carlos. Correspondência passiva de José Carlos Rodrigues. Anais da Biblioteca Nacional, v. 90, n. 1, p. 9-324. 1970.

Santos, Luís Cláudio Villafañe G. O dia em que adiaram o carnaval: política externa e a construção do Brasil. São Paulo: UNESP, 2010.

Santos, Luís Cláudio Villafañe G. O barão do Rio Branco e a Imprensa. Revista Brasileira, v. VIII-I, n. 72, p. 135-68. 2012a.

Santos, Luís Cláudio Villafañe G. O evangelho do Barão: Rio Branco e a identidade brasileira. São Paulo: UNESP, 2012b.

Santos, Luís Cláudio Villafañe G. Juca Paranhos, o barão do Rio Branco. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

Viana Filho, Luís. A vida do Barão do Rio Branco. 8ª edição. São Paulo e Salvador, BA: Editora UNESP e EDUFBA, 2008.

Publicado
2019-08-08
Como Citar
FariasRogério de Souza. 2019. “A Esfinge Reexaminada”. Meridiano 47 - Journal of Global Studies 20 (agosto). https://doi.org/10.20889/M47e20002.
Seção
Dossiê