De acordo com a professora Andréa Borges Leão (da UFC), quem o organiza, o dossiê “Literatura e Memória” está pautado na apreensão do “campo literário como realidade simultaneamente espacial e temporal”. As implicações analíticas e interpretativas decorrentes dessa perspectiva estão respaldadas na premissa de que as “disputas e os trunfos alcançados no jogo das consagrações e descartes de intelectuais, artistas e escritores de uma geração ficam gravados para sempre na memória coletiva”. Nesse sentido, a problemática da memória contracena, a um só tempo, tanto com a sincronicidade do espaço social de produção e circulação desses bens literários de significação quanto com os circuitos de recepção e usos desses mesmos símbolos.

Publicado: 2016-01-11

Editorial-Expediente

Edson Farias, Thaís Alves Marinho

CEU: Interiores

Tarcísio Paniagoa

190-194