O Dossiê “Consumo e Subjetividade” reúne artigos, a partir de um ponto de vista interdisciplinar, que buscam superar as análises que tomam o consumo meramente por seu caráter hedonista, efêmero e promotor de desagregação social. O esforço conjunto dos(as) autores(as) é no sentido de compreender o fenômeno em suas múltiplas manifestações, privilegiando os significados sociais e os processos simbólicos acionados pelos indivíduos nessa atividade. Os artigos buscam demonstrar a complexidade do fenômeno a partir do adensamento do saber técnico, que possibilita um ascendente processo de circulação de informações, pessoas, bens, signos e serviços que ultrapassa as fronteiras nacionais, a partir do advento da modernidade. Apesar da crença de que a atual configuração globalizada, que consolida as leis de valor do capitalismo de consumo, vem gerar uma homogeneização da cultura, os textos apresentados demonstram que o acesso aos saberes e aos bens se faz mediante uma processualidade histórica e hierarquizante, estabelecida por uma rede intricada de controles sobre a cognição e a volição dos indivíduos. A partir desse enfoque, os artigos apresentam de forma convergente como o jogo do poder, por meio do consumo, gera um ambiente simbólico marcado tanto pelas desigualdades sociais e simbólicas, por um lado, quanto pela diversidade cultural, por outro.

DOI: https://doi.org/10.26512/cmd.v6i2

Publicado: 2019-08-12

Editorial

Edson Farias, Thais Marinho, Salete Nery, Bruno Couto

Consumo e Subjetividade

Thais Alves Marinho

9-11

Encarceramento feminino, tráfico de drogas e maternidade

cotidianos subalternos, dentro e fora da prisão

Raquel Aragão Uchôa Fernandes, Maria Lygia Almeida e Silva Koike, Michelle Cristina Rufino Maciel, Laura Susana Duque-Arrazola

45-65

A Sociedade do Consumo e o Movimento de Vanguarda

a contradição do Tropicalismo

Bianka Rodrigues de Oliveira, THAIS ALVES MARINHO, 62984326501

133-146

Fechamento e abertura

a moldura repensada

Carolina Rodrigues Freitas

232-243