Do Rio de Janeiro aos Pampas tempo ritual, competição e circulação de profissionais do samba entre carnavais

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Ulisses Duarte

Resumo

O artigo pretende analisar o carnaval das escolas de samba de Uruguaiana na região dos Pampas, e o contexto carnavalesco na fronteira política no extremo sul do Brasil com a Argentina e o Uruguai. O calendário estendido do carnaval de escolas de samba na região promove um tempo ritual da festa peculiar, que possibilita uma intensa relação composta por trocas e as negociações econômicas e socioculturais entre os carnavais dos Pampas e os polos de carnaval do centro do país, sobretudo o carnaval carioca. Dois personagens engajados nestes eventos, a coreógrafa Cristina Fernandez e o intérprete de sambas-enredos Igor Sorriso serão apresentados no texto, uma vez que ambos participam dos fluxos e se somam à importante circulação de mão de obra carnavalesca entre o Rio de Janeiro e os Pampas nos últimos anos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
DuarteU. (2019). Do Rio de Janeiro aos Pampas. Arquivos Do CMD, 5(2). https://doi.org/10.26512/cmd.v5i2.22010
Seção
Artigos de Dossiês

Referências

APPADURAI, Arjun (org.) Modernity at Large: Cultural Dimensions of Globalization. Minnesota: University of Minnesota Press, 1997, 3ª ed.

BHABHA, Homi. O Local da Cultura. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2010.

CAVALCANTI, Maria Laura Viveiros de Castro. O Rito e o Tempo: ensaios sobre o carnaval. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999.

COMAROFF, Jean and John. Ethnography on an Awkward Scale: Postcolonial Anthropology and the Violence of Abstraction. Ethnography, v.4, 2003, p.147-179.

DUARTE, Ulisses Corrêa. Carnavais Além das Fronteiras: circuitos carnavalescos e relações interculturais em Escolas de Samba no Rio de Janeiro, nos Pampas e em Londres. Tese de Doutorado em Antropologia Social – PPGAS/UFRGS. Porto Alegre, 2016.

GRÍMSON, Alejandro. Los Límites de La Cultura: crítica de las teorías de la identidad. Buenos Aires: Siglo Veinteuno Editores, 2011.

HANNERZ, Ulf. Fluxos, Fronteiras, Híbridos: palavras-chave da antropologia transacional. In: Revista Mana. Rio de Janeiro: v.3, n.1, 1997, pp.7-39.

OLIVEN, Ruben. A Parte e o Todo: a diversidade cultural no Brasil Nação. Petrópolis: Editora Vozes, 2006.

PALMEIRA, Moacir. “Capítulo 8 – Política e Tempo: nota exploratória”. In: PEIRANO, Mariza. “Capítulo 1 – A Análise Antropológica de Rituais”. In: O Dito e o Feito: ensaios de antropologia dos rituais. Rio de Janeiro: Relume Dumará. UFRJ, 2002.

VELHO, Gilberto. Individualismo e Cultura. Rio de Janeiro, Ed.Zahar, 2012.